22 de ago de 2009

Escolheis a quem sirvais...

Josué 24.15

Quando Deus criou o ser humano deu-lhe algo que de fato descreve
sobremaneira como o Senhor lida com as pessoas sem forçá-las e sem escravizá-las. Esse algo é o livre arbítrio. Até mesmo os anjos tem a livre escolha, ou seja, sua própria vontade.

Deus como Deus acima de tudo e de todos poderia ter feito e deixado nascer alguns milhões de marionetes, não poderia? Para manuseá-las da forma que bem preferisse. Para nunca ficar triste ou irado com coisas horrendas que o homem é capaz de fazer. Mas Deus não sonhou assim, Ele não queria bonecos, queria filhos e filhas, para ter um relacionamento sadio, agradável e abençoado.

Filhos tem a livre vontade de seguir ou não a educação que seus pais lhe dão. Quando crianças somos ensinados a obedecer. São passados limites, instruções, leis a serem seguidos. E quando ultrapassamos estes limites somos disciplinados para não mais cometê-los. Esta influência reflete em nosso carácter. É na infância que sugamos o que vai reagir na nossa vida no futuro. Seja algo bom ou ruim.
Quando chegamos a maior idade achamos que somos donos dos nossos respectivos narizes e começamos agir por nossa livre escolha e poder de decisão. O detalhe principal é que a responsabilidade passa a ser dos filhos agora e não mais dos pais .E é quando descobrimos que todas as coisas possuem dois lados. E que tudo exige uma decisão, uma escolha, em todos os aspectos da vida. E é nestas escolhas que muitas pessoas erram, até mesmo na intenção de acertarem, mas por não darem ouvidos a voz que um dia lhes falaram, penam por suas decisões erradas. O sofrimento é inevitável!
Mas chega o dia em que reconhecem seus erros e mudam toda a direção. Lembram-se dos velhos conselhos que um dia receberam e voltam a viver.

Deus nos educa dessa forma, como nossos pais.(pais que querem o melhor para seus filhos). Quando ainda estamos nas primeiras passadas da vida cristã, temos todo um cuidado especial, quando saímos da reta vem a disciplina, disciplina com amor...logo chega a maior idade e o perigo estar em acharmos que por sermos adultos, sabemos de tudo, que somos capazes de tomar decisões sem pedir conselhos, que podemos nos virar sozinhos...aí está o erro...
Mas Deus pela sua infinita bondade e amor não quer saber se já estamos de bengala, se já caminhamos anos e anos...Ele sempre está pronto a nos ajudar, nos dar a educação que necessitamos, nos ensinar princípios, valores a serem seguidos para nosso bem e felicidade. É bem certo que de forma nenhuma força a obedecer, apenas instrui como um Pai amoroso que é. Se acreditarmos que Deus nos ama, logo acatamos a idéia que Ele tem o melhor para nós e que a decepção passa longe de seus caminhos. Então decidimos obedecer seus conselhos, sua instrução.E todas as feridas de um passado de erros Ele joga no mar do esquecimento! E trata das feridas com suas próprias mãos até vê-las saradas.

A Bíblia diz que devemos escolher a quem queremos servir, se a Deus ou aos valores do mundo. A grande maioria das pessoas não sabem o que seguir, a quem seguir, vivem oscilando entre ir para Deus e não ir. Os que já conhecem a verdade não sabem se querem o que Deus lhes oferece ou o que a sua vontade deseja.

Cita dois caminhos, o estreito e o largo. Fala de duas escolhas: a bênção e a maldição, a morte e a vida. duas decisões: o futuro de Vitórias com Cristo ou um passado de derrotas sem Ele. Tudo isto Deus nos propõe hoje e a decisão é completamente nossa, com todas as suas consequências boas ou ruins.
Escolhamos pois viver da maneira que agrada a Deus, como Ele planejou para cada um de nós. Estar no Centro da Vontade de Deus é se deliciar do melhor que Ele tem guardado para quem estar disposto a obedecer. E quando a Vontade de Deus torna-se a nossa vontade, chegamos onde Ele deseja. Não está longe de nós, mas mui próximo. Busque e você encontrará. Escolha VIVER.

MeireTorres



Nenhum comentário:

Postar um comentário