28 de out de 2011

Fruto do Espírito


Durante as próximas doze horas estarei exposto às exigências do dia.É agora que preciso fazer uma escolha. Graças ao Calvário, sou livre para escolher.
E, assim, escolho.
Escolho o amor.
Nenhuma ocasião justifica o ódio; nenhuma injustiça exige amargura. Escolho o amor. Hoje vou amar Deus e aquilo que o Senhor ama.
Escolho a alegria.
Vou convidar o meu Deus para ser o Senhor das circunstâncias.
Escolho a paz.
Vou viver perdoado. Vou perdoar para poder viver.
Escolho a paciência.
Vou deixar passar despercebidas as inconveniências do mundo. Ao invés de amaldiçoar aquele que toma o meu lugar, vou convidá-lo a fazer a mesma coisa.
Escolho a bondade.
Serei bom com os pobres, porque estão sozinhos. Bom com os ricos, porque têm medo. E bom com os que não são bons, porque é assim que Deus tem me tratado.
Escolho a caridade.
Vou ficar sem nenhum dinheiro, ao invés de obtê-lo através da desonestidade.
Escolho a lealdade.
Hoje, vou cumprir aquilo que prometi.
Escolho a gentileza.
Não se consegue nada pela força. Escolho ser gentil.
Escolho o autocontrole.
Recuso-me a permitir que o que vai apodrecer governe o que é eterno. Só ficarei embriagado pela alegria.
Amor, alegria, paz, paciência, bondade, caridade, lealdade, gentileza e autocontrole. Com tudo isso comprometo o meu dia. Se tiver sucesso, darei graças. Se fracassar, buscarei a sua graça. E então, quando este dia tiver terminado, colocarei a minha cabeça no travesseiro e descansarei.

Max Lucado

26 de out de 2011

Brooklyn Tabernacle Choir "My Help" Psalms 121


 
Aquele que começou a boa obra há de completá-la até o dia de Cristo Jesus!

22 de out de 2011

Não perdi nada


Muitas vezes ficamos aflitos, mas não somos derrotados. Algumas vezes ficamos em dúvida, mas nunca ficamos desesperados. Temos muitos inimigos, mas nunca nos falta um amigo. Às vezes somos gravemente feridos, mas não somos destruídos. Levamos sempre no nosso corpo mortal a morte de Jesus para que também a vida dele seja vista no nosso corpo. (2 Coríntios. 4:8-10) 

Todos nós passamos por algum tipo de perda em algum momento. 

Às vezes, perdemos uma amizade,
por causa de uma frase. 
Perdemos um amor,
por falta de uma flor. 

Às vezes, perdemos um casamento,
por causa de um mal comportamento. 
Do filho o carinho,
por causa do seu descaminho. 

Às vezes, perdemos uma pessoa querida,
por causa da sua partida. 
Perdemos uma vida,
por causa de uma ferida. 

Às vezes, perdemos um emprego,
por causa de um desapego. 
Perdemos um bem,
por causa de um desdém. 

Às vezes, perdemos a reputação,
por não cumprirmos uma obrigação. 
Perdemos um irmão,
por falta de um perdão. 

Às vezes, perdemos a paz,
por não ser capaz 
De encontrar uma saída,
que a todos satisfaz. 

Qualquer que seja a perda, a verdade é que ela dói. Em muitos casos, tão grande é o sentimento, que mais se parece perder o coração. A respiração, em vez de aliviar, acaba por sufocar. O momento, em vez de agradar, parece não passar.
Será que algum dia, depois de tanta perda, acaba-se por entender que a perda, qualquer que seja, é um lembrete de que nada se perde, pois nada se tem? Que tudo que se tem é emprestado? Aliás, Deus é o único bem que o homem pode ter. Definitivamente, nada, absolutamente nada pode tomar o Seu lugar.

Essa é a verdadeira lição que muitas pessoas professam tirar depois de passarem por perdas em suas vidas. É muito bom saber que Deus é quem rege a grande sinfonia dos acontecimentos. Ele é o Soberano maestro. Para nós, a sinfonia parece desafinada. Mas para Deus, tudo se encaixa em mais perfeita harmonia.
Ele não está limitado ao tempo e dá direção ao vento.
Ele conhece o amanhã, que certamente será um novo tempo. 

Você pode estar passando por um momento de perda. Digo a você, com toda sinceridade, que o melhor lugar para seu refúgio são os braços do Pai. Neles, você pode se deleitar no conforto da Sua Palavra.

Jó – homem que chegou a possuir tudo que a vida terrena era capaz de oferecer – após saber que havia perdido tudo, chegou à conclusão que não havia perdido nada. Ele simplesmente lembrou que veio para esse mundo sem nada e então se ajoelhou, encostou o rosto no chão e adorou a Deus. Aí disse assim: — Nasci nu, sem nada, e sem nada vou morrer. O Senhor deu, o Senhor tirou; louvado seja o Seu nome! Assim, apesar de tudo o que havia acontecido, Jó não pecou, nem pôs a culpa em Deus. (Jó 1:20-22).

Após esse seu reconhecimento, Jó recebeu de Deus em dobro tudo que ele havia perdido. No mundo inteiro não havia homem mais abençoado do que Jó. Jó ainda viveu mais cento e quarenta anos, o bastante para ver netos e bisnetos. Deus abençoou a última parte da vida de Jó muito mais do que a primeira. Tudo porque ele louvou o nome de Deus.
E você? Quer ser abençoado como Jó? Reconheça agora que tudo que você tem vem dEle e é para Ele. 

Fonte: Devocionais/Elbem César

18 de out de 2011

Fator confiança...

Deus espera que nosso coração repouse Nele em todo o tempo e circunstância, e aceitar um agir invisível aos nossos olhos é um belo treinamento para a nossa fé! Talvez esta seja uma das razões porque o Senhor tenha escolhido agir assim: exercitar continuamente nossa fé. E a definição bíblica de fé é esta:
“Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.” Hebreus 11:1 .Crer no agir de Deus é ter a convicção de algo que não se vê. Nosso irmão Paulo disse aos coríntios que “andamos por fé e não por vista” (II Co.5:7).

A lição que o Senhor Jesus deu a Tomé após sua ressurreição é mais um atestado disto. A fé nunca se baseia no que vê, mas na certeza de que o que Deus prometeu é um fato e terá seu cumprimento. Ora, estas coisas se aprendem logo no início da caminhada cristã e não são difíceis de aceitar; tampouco geram discussões entre o povo de Deus, pois são indiscutíveis. Mas na hora em que alguém está em aperto e não consegue ver Deus agindo (pois Seu agir é oculto aos nossos olhos), esta pessoa se esquece rapidamente disto!
 
Ninguém tem o direito de exigir do Senhor satisfação sobre sua maneira de agir. Primeiro, porque Ele é Senhor enão está em posição de ser questionado. Segundo, porque Ele nunca prometeu que alguém veria sua forma de agir; pelo contrário, ensina-nos em sua Palavra que seu agir é invisível aos nossos olhos e que nossa caminhada deve ser por fé e não por vista. Ou seja, não devemos esperar ver, mas somente crer na fidelidade Daquele que prometeu agir em todas as coisas. 
Trecho retirado do Livro: O agir invisivel de Deus- Luciano Subirá

9 de out de 2011

Que Tipo de Solo é Você?



"...Um semeador saiu a semear..." – Lucas 8:5 NKJV
A semente da Palavra de Deus é sempre produtiva. O solo do nosso coração é que nem sempre é produtivo. Na parábola do semeador, Jesus aborda os diferentes tipos de solo: 
1) Solo duro.
Nos tempos bíblicos, trilhas formavam um solo endurecido ao longo dos campos dos fazendeiros. Qualquer semente que caísse ali simplesmente murchava e morria. Tome cuidado, pois quando passarem por cima de você e o decepcionarem, você pode ficar endurecido; você pode desenvolver um escudo impenetrável, facilitando que Satanás venha e roube a semente da Palavra de Deus antes que ela tenha a chance de crescer. Mas a oração impedirá que isso aconteça, portanto "...façam sulcos no seu solo não arado, pois é hora de buscar o Senhor..." (Oséias 10:12 NVI).
2) Solo superficial.
Nos dias de Jesus, uma grande parte da terra que podia ser trabalhada era formada por apenas alguns centímetros de uma camada superficial de terra sobre rocha, sem espaço para a formação de raízes. Um mestre da Bíblia escreveu: "A superficialidade é a maldição desta era. Vivemos em um mundo de relacionamentos rasos, de conversas superficiais, e de momentos de oração apressada. Passamos de uma atividade espiritual a outra, sem construirmos nenhum sistema de raízes genuínas.
" 3) Solo entulhado.
Este solo era coberto de ervas daninhas. Não havia espaço para mais nada. A obstrução acontece com facilidade, e é perigosa por ser tão sutil. Você já reparou quantas vezes é bombardeado com garantias de que as coisas materiais lhe trarão felicidade? Como o fabricante de carros que anuncia "Você não pode comprar a felicidade, mas pode dirigi-la!" 

Faça uma análise do seu solo e arranque tudo que estiver impedindo o crescimento espiritual. Quando o seu coração estiver quebrantado, a sua devoção estiver aprofundada, e a sua vida estiver livre de entulhos, você será um solo bom que produz frutos para Deus. 

Fonte: palavraparahoje.com.br 

1 de out de 2011

Dicas para aliviar o stress

Com o stress se tornando cada vez mais presente em nossas vidas, é preciso tomar medidas para evitar ou minimizar seus efeito. O stress pode trazer  sérios prejuízos a nossa saúde. Segue abaixo algumas dicas para você aliviar seu stress:

Reconheça seus Limites

Quando você estiver com algum problema que não pode ser resolvido naquele momento, não lute contra ele. Aceite-o até chegar o momento certo de resolvê-lo.

Compartilhe seu Stress

Conversar com um amigo sobre seus problemas e preocupações podem ajudar você a aliviar suas tensões e a chegar a um insight que lhe auxiliará a encontrar uma solução.

Cuide-se

Procure descansar o suficiente e alimentar-se bem. Se você não estiver descansado e alimentado adequadamente, terá menor capacidade de lidar com o stress.

Organize-se

Faça uma listagem das suas tarefas e execute-as pela ordem de importância.

Pratique Atividade Física

Quando você fizer qualquer atividade física (correr, caminhar, jogar volley, futebol ou cuidar do jardim) estará aliviando a sensação de “opressão”, relaxando os músculos.

Lazer

Na sua agenda deve sempre ter um espaço para o trabalho e para o lazer, pois ambos são importantes para o bem estar. Diversificar a rotina diária ajuda a relaxar e evitar o stress.

Seja Participante

Ficar isolado pode trazer frustração. Tente manter um bom convívio social, seja prestativo a um vizinho, participe como voluntário das organizações assistenciais. Este é um bom motivo para fazer novas amizades e tornar a vida mais interessante.

Relaxe

Esqueça por alguns momentos da sua agenda, dos compromissos e das preocupações. Permita-se o prazer de apenas ser.

Evite a Automedicação

O medicamento poderá aliviar sua tensão temporariamente, mas não removerá a sua causa. Alguns medicamentos podem criar hábito e produzir mais do que aliviar o stress. Portanto use-os apenas com orientação médica.

Aceite Errar

Tente ser cooperativo e não confrontar a todo instante. Assim você e as pessoas de suas relações se sentirão mais agradáveis. Não tente estar certo sempre.

Chore

Chorar alivia a ansiedade e pode evitar uma enxaqueca.

Inspire

Inspirar profundamente alivia a tensão.

Crie um Ambiente Calmo

Nem sempre podemos evitar as dificuldades que encontramos. Porém, podemos sonhar e criar um cenário de muita tranquilidade para escapar uma situação conflitiva. Por exemplo: leia um bom livro, escute uma música agradável, crie uma sensação de paz e tranquilidade.

Oração e leitura da Bíblia 

Ler a Bíblia e falar com Deus torna-se primordial diante de todos. A Bíblia nos ensina a entregarmos todas as nossas preocupações e ansiedades a Deus. Ele tem cuidado de nós! *I ped. 5.7*. Depois de entregá-las, viva sua vida sempre com a certeza de ser seu último dia de vida. Com intensidade e da melhor forma!


O Reino é Simples!


Um convite à Doce Revolução... Vem e vê!

Artigo 1 – Fica decretado que agora não há mais nenhuma condenação para quem está em Jesus, pois, o Espírito da Vida em Cristo, livra o homem de toda culpa para sempre.

Artigo 2 – Fica decretado que todos os dias da semana, inclusive os Sábados e Domingos, carregam consigo o amanhecer do Dia Chamado Hoje, por isso qualquer homem terá sempre mais valor que as obrigações de qualquer religião.

Artigo 3 – Fica decretado que a partir deste momento haverá videiras, e que seus vinhos podem ser bebidos; olivais, e que com seus azeites todos podem ser ungidos; mangueiras e mangas de todos os tipos, e que com elas todo homem pode se lambuzar.

Parágrafo do Momento: Todas as flores serão de esperança; pois que todas as cores, inclusive o preto, serão cores de esperança ante o olhar de quem souber apreciar. Nenhuma cor simbolizará mais o bem ou o mal, mas apenas seu próprio tom, pois, o que daí passar estará sempre no olhar de quem vê.

Artigo 4 – Fica decretado que o homem não julgará mais o homem, e que cada um respeitará seu próximo como o Rio Negro respeita suas diferenças com o Solimões, visto que com ele se encontra para correrem juntos o mesmo curso até o encontro com o Mar.

Parágrafo que nada pára: O homem dará liberdade ao homem assim como a águia dá liberdade para seu filhote voar.

Artigo 5 – Fica decretado que os homens estão livres e que nunca mais nenhum homem será diferente de outro homem por causa de qualquer Causa. Todas as mordaças serão transformadas em ataduras para que sejam curadas as feridas provocadas pela tirania do silencio. A alegria do homem será o prazer de ser quem é para Aquele que o fez, e para todo aquele que encontre em seu caminhar.

Artigo 6 – Fica ordenado, por mais tempo que o tempo possa medir, que todos os povos da Terra serão um só povo, e que todos trarão as oferendas da Gratidão para a Praça da Nova Jerusalém.

Artigo 7 – Pelas virtudes da Cruz fica estabelecido que mesmo o mais injusto dos homens que se arrependa de seus maus caminhos, terá acesso à Arvore da Vida, por suas folhas será curado, e dela se alimentará por toda a eternidade.

Artigo 8 – Está decretado que pela força da Ressurreição nunca mais nenhum homem apresentará a Deus a culpa de outro homem, rogando com ódio as bênçãos da maldição. Pois todo escrito de dívidas que havia contra o homem foi rasgado, e assustados para sempre ficaram os acusadores da maldade.

Parágrafo único: Cada um aprenderá a cuidar em paz de seu próprio coração.

Artigo 9 – Fica permanentemente esclarecido, com a Luz do Sol da Justiça, que somente Deus sabe o que se passa na alma de um homem. Portanto, cada consciência saiba de si mesma diante de Deus, pois para sempre todas as coisas são lícitas, e a sabedoria será sempre saber o que convém.

Artigo 10 – Fica avisado ao mundo que os únicos trajes que vestem bem o homem diante de Deus não são feitos com pano, mas com Sangue; e que os que se vestem com as Roupas do Sangue estão cobertos mesmo quando andam nus.

Parágrafo certo: A única nudez que será castigada será a da presunção daquele que se pensa por si mesmo vestido.

Artigo 11 – Fica para sempre discernido como verdade que nada é belo sem amor, e que o olhar de quem não ama jamais enxergará qualquer beleza em nenhum lugar, nem mesmo no Paraíso ou no fundo do Mar.

Artigo 12 – Está permanentemente decretado o convívio entre todos os seres, por isso, nada é feio, nem mesmo fazer amizades com gorilas ou chamar de minha amiga a sucuri dos igapós. Até a “comigo ninguém pode” está liberta para ser somente a bela planta que é.

Parágrafo da vida: Uma única coisa está para sempre proibida: tentar ser quem não se é.

Artigo 13 – Fica ordenado que nunca mais se oferecerá nenhuma Graça em troca de nada, e que o dinheiro perderá qualquer importância nos cultos do homem. Os gasofilácios se transformarão em baús de boas recordações; e todo dinheiro em circulação será passado com tanta leveza e bondade que a mão esquerda não ficará sabendo o que a direita fez com ele.

Artigo 14 – Fica estabelecido que todo aquele que mentir em nome de Deus vomitará suas próprias mentiras, e delas se alimentará como o camelo, até que decida apenas glorificar a Deus com a verdade do coração.

Artigo 15 – Nunca mais ninguém usará a frase “Deus pensa”, pois, de uma vez e para sempre, está estabelecido que o homem não sabe o que Deus pensa.

Artigo 16 – Estabelecido está que a Palavra de Deus não pode ser nem comprada e nem vendida, pois cada um aprenderá que a Palavra é livre como o Vento e poderosa como o Mar.

Artigo 17 – Permite-se para sempre que onde quer que dois ou três invoquem o Nome em harmonia, nesse lugar nasça uma Catedral, mesmo que esteja coberta pelas folhas de um bananal.

Artigo 18 – Fica proibido o uso do Nome de Jesus por qualquer homem que o faça para exercer poder sobre seu próximo; e que melhor que a insinceridade é o silencio. Daqui para frente nenhum homem dirá “o Senhor me falou para dizer isto a ti”, pois, Deus mesmo falará à consciência de cada um. Todos os homens e mulheres que crêem serão iguais, e ninguém jamais demandará do próximo submissão, mas apenas reconhecerá o seu direito de livremente ser e amar.

Artigo 19 – Fica permitido o delírio dos profetas e todas as utopias estão agora instituídas como a mais pura realidade.

Artigo 20 – Amém!

Caio e tantos quantos creiam que uma revolução não precisa ser sem poesia.

Amados, “nossa tentativa é de experimentar, provar e viver o eterno Vinho Novo em Odres Novos! Isso porque existem muitos Odres Antigos, que são só odres, são só ‘containers’, eles não fazem parte do conteúdo do Evangelho.

O Evangelho é o Vinho, o resto é apenas, generacional, tem a ver com o tempo, com a hora, com a ocasião. Só que nós, cristãos, acabamos institucionalizando o Odre, e o Odre ganhou uma importância tão grande, que a gente briga, mata e morre pelo Odre, mas não tem ninguém interessado com a qualidade do Vinho! E se é assim, nós não estamos aqui para repetir os modelos de Odres que existem, mas estamos pedindo a Deus que não nos falte o conteúdo do Vinho Novo do Evangelho para pacificar o coração de cada um, em nome de Jesus.”

Agora é com todo aquele que crê!

Não adianta brigar contra a Potestade da Religião. Ela se alimenta da briga contra ela. Sim! O ódio a alimenta e a rejeição a fortalece em seus ódios. Assim, é deixá-la! Pois, a única coisa que pode ajudá-la é justamente o ser deixada só.

Quem ama o Senhor, que ame os irmãos; e que não fique reclamando da “igreja”, nem perdendo tempo com ela e sua brigas sem fim, mas, dedique-se a pastorear as ovelhas e cordeiros de Jesus, conforme Ele disse a Pedro que fizesse.

Sim! Quem ama o Senhor e Sua Palavra, reúna os parentes e amigos e comece a adorar a Deus com eles, estudando e crendo na Palavra, orando uns pelos outros, não se intrometendo nas vidas uns dos outros, mas também não permitindo abusos de uns para com os outros, posto que o Caminho é de Graça, Amor e Perdão; e não a espinhenta vereda da disputa, da supremacia e do abuso; posto que a Graça jamais será a Graxa dos descomprometidos.

Se alguém ouvir e crer; e levantar-se para a Vida em nome de Jesus, esse é membro da Doce Revolução.

Ora, só não vê quem não quer. Pois a Figueira está dando todos os sinais de que o Verão está às portas.

Nele, que nos chama a nada que não transforme segundo o Evangelho.

Em amor.

Fonte: http://www.caiofabio.com/2009/conteudonews.asp?codigo=5
Nossos passos são frutos ou de um coração ferido ou de um coração curado...