19 de nov de 2012

"Eis que farei de ti um trilho cortante e novo....." (Isaias 41-15).

"Eis que farei de ti um trilho cortante e novo....." (Isaias 41-15).

Uma barra de aço no valor de cinco dólares, quando transformada
em ferraduras passa a valer duas vezes mais.Se transformada em agulhas, passa a valer setenta vezes mais; se em lâminas de canivetes, seis mil vezes mais; se em molas de relógio, cinquenta mil vezes mais.


Porque processos a pobre barra tem que passar para ficar valendo isto!
Mas quanto mais ela é manipulada, e golpeada, e introduzida no fogo, e batida, e prensada, e polida,........... maior o seu valor!


A vida é muito misteriosa. Aliás, ela seria inexplicável se não crêssemos que Deus nos está preparando para cenas e ministérios que estão alem do véu dos sentidos, no mundo eterno, onde, para serviço especial, são necessários espíritos bem temperados.
"O torno que tem a lâmina mais afiada, produz o melhor trabalho"

Fonte: www.familiaegraça.com.br

1 de nov de 2012

Sobre ser solteira...


Por Pra.Sarah Sheeva

Muitas mulheres confundem a palavra SOLTEIRA com "SÓ-lteira" ou estar "SÓ-zinha".
Elas pensam que a palavra solteira significa estar sem um namorado, e ainda por cima, estar "sozinha e derrotada!" Mas não é isso.
Solteira é a mulher que ainda não se casou.
Portanto mulher que está namorando é? = Solteira.
Quem tem noivo? É solteira!
E que mal há nisso gente?

Existe uma cultura maligna e deturpada sobre estar sem um relacionamento, ou sobre não ter se casado (cultura sobre os solteiros). Temos que combater essa mentira.
Não tenha vergonha de estar sem um relacionamento. Não se sinta "derrotada" ou "fracassada" por não estar namorando, isso é ridículo, é a cultura maligna de que: "só está bem quem está com alguém". Não aceite essa mentira.
Se isso fosse verdade, não existiriam tantos divórcios (até no meio do povo de Deus).

Muitas pessoas estão em relacionamentos errados, se destruindo emocionalmente, gastando seu tempo com a pessoa errada, APENAS porque acreditaram que "estar só é uma desgraça!", ou seja, foram enganados(as) por essa mentira.
Não aceite essa mentira em tua vida!!! Estar sem um relacionamento pode ser o começo de um grande relacionamento.
Quem não se ama, não é capaz de amar ao próximo.
Pode até viver uma obsessão pelo outro, e querer chamar isso de "amor", mas sabemos que obsessão NÃO É AMOR.
Como diz minha amiga Talita Gandra:
"Se não serve pra ser amigo, não serve pra ser marido".

Mas muitas mulheres preferem se iludir... muitas querem se enganar em relação aos homens.
O homem que ama uma mulher, se casa com ela.
O homem que realmente amar você, não vai te enrolar, vai CASAR COM VOCÊ.
Homem que namora por mais de 5 anos e não pede a mulher em casamento, está enrolando a mulher!
Cuidado com homem que faz isso. Geralmente eles terminam com a  mulher que está acreditando em toda a lábia dele, e se casam rapidinho com outra...

Quando chegar o homem certo - e se casar com você - então será VERDADE quando você disser: eu não sou mais solteira.
Por isso se alegre do tempo de solteira, sem ansiedade,
e decida confiar nAquele que pode fazer acontecer todas as coisas.

Bjs e Paz,
Pra.Sarah Sheeva

31 de out de 2012

30 de out de 2012

Por me amar/Arianne

Estava em pedaços o meu coração
Sonhos cancelados, planos pelo chão
Ouvindo só o medo sustentando as águas
Dentro do meu barco sem ver a solução
Mesmo eu sabendo que recomeçar é tão difícil
Clamei a Deus somente com o que restou de mim...

Quando minha fé se estendeu e a mão de Deus me socorreu
Eu vi os meus pedaços de novo no lugar
Deus moveu as águas por me amar
Quando minha fé se estendeu e a mão de Deus me socorreu
Eu vi os meus pedaços de novo no lugar
Deus moveu as águas por me amar
Me restaurou, ressuscitou...


5 de out de 2012

...


27 de set de 2012

A vida é feita de escolhas

“A vida é feita de escolhas. Hoje, você faz suas escolhas, amanhã suas escolhas fazem você.”
As escolhas que fazemos determinam a nossa vida.

E não faz todo o sentido? O que você escolhe hoje, determina quem você é amanhã!
Nossas escolhas do passado, determinaram quem somos hoje! Assim como as escolhas do presente, determinarão quem seremos no futuro.

O problema é que nós queremos escolher o que nós queremos! Fazemos escolhas baseadas em nossas emoções, em nossos sentimentos, em nosso conhecimento e entendimento.
Assim, muitas de nossas escolhas, quando não são baseadas na vontade de Deus, trazem consequências negativas.

Quando não esperamos pela vontade de Deus e queremos fazer as coisas de acordo com a nossa própria vontade, as consequências podem ser: dor, rejeição, culpa, medo, etc.
Tudo isso, porque não queremos esperar em Deus, pelo agir dEle, no tempo dEle!
A vida é feita de escolhas!

Os que escolhem não esperar, se frustram.

“…Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.” Isaías 40.31

Fonte: Blog euescolhiesperar

16 de set de 2012

8 Razões para confiar em Deus

Todos nós passamos em nossa vida por momentos difíceis, por problemas, situações desagradáveis e coisas que tiram a nossa paz. Essas situações nos levam a buscar uma solução, um socorro que possa nos trazer alívio, paz e vitória. As pessoas costumam procurar em diversos lugares esse socorro. Buscam por pessoas ou coisas que possam socorrê-las, mas quase sempre não o encontram, pois o socorro verdadeiro não existe onde estão procurando. O socorro eficaz está em Deus. Mas existem razões para crer que Deus me socorrerá?
Razão 1 - O meu socorro está em Deus. O salmista, que certamente passava por alguma situação difícil, busca o socorro em Deus. “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro?” (Sl 121. 1). Os “montes” citados nesse texto era o local onde ficava o templo que, naquela época, representava àquele povo a presença viva de Deus no meio deles. O salmista buscava encontrar a presença de Deus, pois sabia que o seu socorro estava em Deus.
Razão 2 – O socorro de Deus é certo. “O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra.” (Sl 121. 2).Não há qualquer dúvida de que Deus viria socorrer o salmista. O salmista poderia ter dito: “o meu socorro, eu acho que vem do Senhor”, ou: “o meu socorro talvez venha do Senhor”; mas ele foi enfático e creu em Deus: “O meu socorro vem do Senhor”.
Razão 3 – Deus é soberano sobre todas as coisas. “Ele não permitirá que os teus pés vacilem…” (Sl 121. 3).Tudo está debaixo da permissão de Deus. Nada pode acontecer sem a permissão Dele. Todos os meus problemas estão sob Sua autoridade. Se creio nisso, descanso e encontro paz.
Razão 4 – Deus está alerta ao que acontece em minha vida. “É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel.” (Sl 121. 4).Não há perigo de Deus se esquecer de mim, pois Ele não cochila, nem dorme; está sempre alerta, é onisciente, onipresente, onipotente. É um guarda perfeito, que vigia a todo instante os Seus tesouros!
Razão 5 – Deus está próximo de mim. “o SENHOR é a tua sombra à tua direita.” (Sl 121. 5).Deus acompanha os seus servos, não os deixa, não os desampara. A minha sombra nunca desgruda de mim, assim Deus também não. Ele está totalmente próximo, participando da minha vida de perto, inclusive quando passo por dificuldades.
Razão 6 – Deus está me conduzindo em todos os momentos. “De dia não te molestará o sol, nem de noite, a lua.” (Sl 121. 6). O Senhor sempre me socorrerá nas intempéries da vida.
Razão 7 – O Senhor me protege. “O SENHOR te guardará de todo mal; guardará a tua alma.” (Sl 121. 7).Deus me esconde debaixo de Sua proteção. Passo pelas dificuldades, mas sou guardado pelo cuidadoso Pai, assim como o pássaro guarda os seus filhotes no ninho salvos do perigo.
Razão 8 – O cuidado de Deus é em todos os lugares e momentos. “O SENHOR guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre.” (Sl 121. 8). Os meus passos estão debaixo da supervisão e cuidados de Deus.

O que temer? Deus está sempre pronto a socorrer seus servos!


30 de ago de 2012

Não existe outra razão...


O amor (o amor de Deus em nós)…não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal [não presta atenção em algum dano que sofreu]. 1 Coríntios 13.5.

A Bíblia diz que o amor de Deus em nós não é melindroso. Se somos muito sensíveis, precisamos passar mais tempo na presença de Deus antes de enfrentarmos o dia. Nossas lágrimas podem provocar simpatia, mas é melhor ser um doador do que o recebedor o tempo todo.

Começar seu dia com Deus o manterá mais “moderado” e cheio de confiança. À medida que você desfruta a gentileza e a bondade de Deus, você será edificado em seu espírito e será mais capacitado a superar as ofensas dos outros. Peça a Deus que lhe dê um coração fortalecido, pronto para amar as pessoas assim como Ele neste dia.

Devocionais Joyce Meyer

23 de ago de 2012

Dominando o sentimento de solidão


Ref. Bíblicas: Salmos 68:6, Pv 3:5, Jr 29:11 e Lc 12:7

Quem nunca se sentiu só? Todas as pessoas vivem momentos de solidão durante sua vida. Por mais amigos que você tenha nem sempre estes estarão presentes em todos os momentos. Dizem que a solidão é estar em meio a uma multidão e sentir falta de uma só pessoa. Isso acontece porque anseamos ser compreendidos e amados por alguém.
 Causas aparentes da solidão: carência, dificuldade de relacionamentos, falta de amigos verdadeiros, ansiedade, perda de foco, visão limitada às circunstâncias. Consequências: tristeza, desânimo, auto-comiseração, mudança de humor entre outros.
O sentimento de solidão pode ser prejudicial quando visto a partir de uma ótica apenas negativista. A sensação de solidão deixa nossa alma encurvada, com baixa autoestima, ansiedade, desânimo, e pode levar uma pessoa a desacreditar nas promessas de Deus (Pv 3:5). No entanto não somos capazes de mudar as circunstâncias pelo nosso próprio entendimento, pois nossa visão é muito limitada. (Jr 29:11) Tudo o que acontece em nossas vidas é pela permissão de Deus (Lc 12:7). A sensação de estar só é subjetiva ou seja depende da imagem que você faz dela.  A solidão é um período estratégico para o agir de Deus em sua vida. Além disso a solidão possui certas vantagens: Torna-nos cientes de nossas necessidades e sentimentos; Promove a autodescoberta; É um recurso valioso quando há necessidade de mudança na forma de pensar e encarar a vida; É um período de grande aprendizado, inovação e criatividade. Os momentos mais criativos são os momentos de solidão;Sensação de liberdade;(Ap. Renê Terra Nova) A solidão é um treinamento para a alma para refletirmos quem somos. A solidão não é uma condenação, é apenas um período de ser moldado por Deus.  Em nosso contexto juvenil, a solidão é uma das maiores reclamações dos solteiros. Uma das causas não aparentes da solidão é a falta de intimidade no relacionamento com Deus. Tantos homens quanto mulheres, casados ou solteiros, que não desenvolvam um relacionamento com Deus provavelmente terão problemas com a solidão, pois não está relacionada ao estado civil, e sim ao quanto cada pessoa busca a face de Deus.

O que Deus espera de nós? Ele espera que saibamos lidar com os sentimentos de auto-comiseração  (pena de nós mesmos) de forma a aprender a dominá-los, e tirar lições dos momentos de aprendizado na solidão; Que sejamos solteiros completos, seguros de si mesmo, plenos. 
O que devemos fazer? Monitorar nossos pensamentos e atitudes;Buscar ajuda do Espírito Santo;Evitar pensamentos negativistas da solidão; Continuar crendo nas promessas de Deus, acima das circunstâncias; Parar de dramatizar a vida a sós e passar a desfrutá-la;
Dominar o sentimento de solidão é um exercício de fé e perseverança. Precisamos entender que Deus está nos tratando enquanto estamos solteiros para que possamos viver os sonhos em família. Precisamos tirar as melhores lições dos momentos de solidão e entender que quando mudamos as nossas perspectivas, as circunstâncias também tendem a mudar.

  
Por Simone Messina

 

Convivência


Deus costuma usar a solidão
Para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva para que possamos
Compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer
nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar
sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos
Compreender o valor do despertar.
Outras vezes usa a doença, quando quer
Nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
para nos ensinar a andar sobre a água.
Às vezes, usa a terra, para que possamos
Compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer
Nos mostrar a importância da vida.

(Fernando Pessoa)

7 de ago de 2012

Não tenha medo, Deus está no controle!

 

Jeremias 29:11 e Mateus 28:7 

Muitas vezes enfrentamos momentos de crise. Momentos de crise são momentos em que as coisas vão numa direção diferente da que esperávamos. Como temos que lidar com o novo ficamos ansiosos e nos perguntamos: como será daqui para frente? O que acontecerá?

No texto de Mateus 28 os discípulos e aqueles que amam a Jesus estão vivendo um momento assim. Jesus foi crucificado e eles estão perdidos, sem saber o que fazer. Nesse episódio vemos que:

1)Nós ficamos desorientados, Deus não.
Em Mateus 26:24 Jesus diz que vai acontecer com Ele como estava escrito na Palavra de Deus; ou seja, os discípulos ficaram perdidos com a morte de Jesus, mas ela estava planejada por Deus para que tivéssemos salvação.
Podemos nos sentir perdidos em várias situações, mas lembre-se: Deus continua no controle.

2)Precisamos manter os olhos no Senhor e segui-lo.
No texto de Mateus 28:7 o anjo diz às mulheres que foram ao túmulo de Jesus que Ele não estava lá, mas que Ele ia adiante deles para a Galiléia. Mesmo na hora que nos sentimos desorientados, Deus vai a nossa frente nos dando a direção. O que precisamos é colocar os olhos Nele, no que Ele diz e segui-lo. Obedecê-lo.
Mesmo que a crise seja resultado de pecado admita, arrependa-se e volte para Deus, volte a segui-lo. Ele te ajudará, te dará orientação. Lembre-se: Deus nunca nos abandona quando nos voltamos sinceramente a Ele.

3)Se o obedecermos e seguirmos, o fim será como desejamos.
Jeremias 29:11 fala que os planos que Ele tem para nós são planos para nos dar o fim que desejamos. Podemos não entender, mas se o obedecermos teremos o fim que desejamos.

Conclusão: Vem passando um momento difícil? Tem algumas preocupações, inseguranças e questionamentos? Não tem certeza do que deve fazer? Ponha os olhos em Jesus, faça o que Ele manda, siga-o, Ele te dirá o que deve ser feito e te dará o fim que você deseja. 

Fonte: gospelprime.com.br

1 de ago de 2012

Vencendo o tédio

O tédio é uma doença ou um estado de alma muito antigo. O tédio é uma combinação de cansaço, apatia, desânimo e desinteresse, que leva uma pessoa a não ter vontade de fazer nada. O escritor português Fernando Pessoa disse: “Não é o tédio a doença do aborrecimento de nada ter que fazer, mas a doença maior de se sentir que não vale a pena fazer nada”. O tédio é quando alguém se sente aborrecido, desgostoso e desiludido com a vida e consigo mesmo. Jean P. Sartre disse: “Se você sente tédio quando está sozinho é porque está em péssima companhia”. Miguel Unamuno falou: “Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distrações e os romances.
É impressionante observar como as pessoas estão entediadas com a vida hoje. Mas quais são as causas do tédio? Para os existencialistas a causa do tédio é a própria a vida. Viver é entediar-se. Mas, sabemos que o tédio da geração atual tem quatro causas principais: excesso de estímulos ou superestimulação, rotina ou hábitos do dia a dia, superficialidade nos compromissos e egoísmo excessivo.
O autor do livro de Eclesiastes faz a pergunta: “Vale a pena viver?”. Na perspectiva do pessimismo humano, “debaixo do sol”, tudo é uma mesmice, tudo é velho e tudo é incompreensível(Ec 1.1-18). Sendo assim, a vida não vale a pena ser vivida. Warren Wiersbe, no seu comentário de Eclesiastes, declara e discute o problema, a partir dessa premissa: Não vale a pena viver! Considere a monotonia da vida, a vaidade da sabedoria, a futilidade da riqueza e a certeza da morte (Ec 1-10). Mas, ele resolve o problema do tédio da vida com três propostas:
(1) Viva pela fé (Ec 11.1-6).
(2) Goze a vida agora (Ec 11.7-12.8).
(3) Prepare-se para o julgamento divino (Ec 12.9-14).
 A vida é uma aventura: viva pela fé. A vida é uma dádiva de Deus: desfrute-a. A vida é uma escola: aprenda as suas lições. A vida é um exercício de mordomia: tema ao Senhor e o obedeça.

Salomão nos oferece uma pequena receita que pode mudar a nossa vida e ajudar-nos a vencer o tédio: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma (Ec 9.10). Três lições são ensinadas:
  • · Primeira lição: faça o que te vier à mão
Tudo quanto te vier a mão significa “aproveite as oportunidades”. Sempre haverá algo para você fazer. Deus cria oportunidades para cada pessoa nesta vida. Pare de ficar filosofando e teorizando e faça o que precisa ser feito. Spurgeon disse: “Uma boa ação vale mais do que mil teorias brilhantes”. Cada cristão precisa colocar em prática a teoria bíblica sobre as boas obras: Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas (Ef 2.10). A melhor maneira de curar o tédio é ajudando os outros. Expulse o tédio da sua vida servindo as pessoas que precisam.
  • · Segunda-lição: faça o que te vier à mão com coração.
Salomão diz: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças. Devemos fazer tudo com 100% de compromisso. Fazer com amor, pois todo serviço é nobre se for feito para a glória de Deus. Ponha o coração naquilo que você for realizar.
Paulo recomenda: E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai (Cl 3.17). Em tudo que você for realizar faça com todo o coração, faça para o Senhor e faça com gratidão a Deus.
  • · Terceira lição: faça o que te vier a mão, com coração, porque a vida é breve.
Salomão diz: Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma. Faça logo e faça bem feito, porque você vai morrer em breve. A vida não é um ensaio, mas um palco onde o enredo da nossa vida está acontecendo.
Pare de reclamar sem razão e curta a vida, pois cada dia que passa nos aproximamos do dia da nossa morte. Um pastor recomendou às suas ovelhas, que cada uma delas deveria, uma vez por ano, visitar uma maternidade e um cemitério. O objetivo era conscientizá-los da realidade da vida.
Fonte:  http://estudos.gospelprime.com.br
Autor: Arival Dias Casimiro

28 de jul de 2012

AS SETE FACES DO AMOR DE DEUS

 
1. Amor sem interesses.(Não pelo que somos; que temos; ou que fazemos)
2. Amor sem discriminação. (Deuteronômio 10:17)
3. Amor sem falsidade. (Hebreus 13:8)
4. Amor com fidelidade. (II Timóteo 2:13); 
5. Amor compromissado. (Números 23:9);
6. Amor com intensidade. (Jeremias 31:3)
7. Amor sacrificial. (João 3:16)

A declaração do amor de Deus em Isaías 43...

A prova do amor.  O preço do amor. Os olhos do amor. A declaração do amor.
Deus é amor e tem se manifestado aos homens de diversas maneiras: Através de sua criação, da provisão, da saúde, e da vida. O amor de Deus foi personificado e provado na pessoa e na obra de Jesus Cristo, que veio e morreu pelos nossos pecados. Romanos 5:8,9.
O amor de Deus nos dá a verdadeira razão de viver em um mundo de paz, fraternidade, sem ódio, sem violência.
Você já pensou quanto você é especial, amado e valorizado por Deus? Você tem correspondido a esse amor de Deus em sua vida?Deus ama porque é Pai e seus propósitos para nós são sempre os melhores e os maiores. Feche seus olhos por um momento e contemple apenas com seu coração, o Pai amoroso que te atrai para seus braços. Junto a Ele há plenitude de amor, de esperança e de vitória.
Abra seus olhos agora e contemple aqueles que o rodeiam. Lembre-se que assim como você, eles também são alvos desse amor ilimitado e infinito. O amor de Deus é assim, grandioso, em seu coração não há limite de lugares, todos são bem vindos. Não há exclusividade, mas há um lugarzinho especial dedicado a cada um de nós, onde os entrelaçados laços de afetos são estabelecidos do coração de Deus para o nosso.
Sabe você não pode ficar de fora. Venha e mergulhe nas águas desse amor, envolva-se e deixe que todo o teu ser seja tomado e aí, você aprenderá e decidirá a amar como Ele ama.

Extraído do livro Mensagem de Livramento do Pr. F. Nascimento.

16 de jul de 2012

...


11 de jul de 2012

De Deus não se zomba

Não vos deixeis desencaminhar: de deus não se zomba; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.
Eis alguns homens e Mulheres (pessoas):

JOHN LENNON:

Alguns anos depois de dar uma entrevista a uma revista americana , disse: "O cristianismo vai se acabar, vai se encolher, desaparecer. Eu não preciso discutir sobre isso. Eu estou certo. Jesus era legal, mas suas disciplinas são muito simples. Hoje, nós somos mais populares que Jesus Cristo. (1966)". Lennon, depois de ter dito que os Beatles estavam mais famosos que Jesus Cristo, recebeu cinco tiros de seu próprio fã.

TANCREDO NEVES:

Na ocasião da campanha presidencial, disse que se tivesse 500 votos do seu partido (PDS), nem Deus o tiraria da presidência da república.. Os votos ele conseguiu, mas o trono lhe foi tirado um dia antes de tomar posse.

BRIZOLA:

No ano de 1990, quando houve uma outra campanha presidencial, disse que aceitava até o apoio do demônio para se tornar presidente. A campanha, quando acabou, apontou Collor como presidente e não mostrou Brizola nem em segundo lugar.

CAZUZA:

Em um show no Canecão ( Rio de Janeiro ), deu um trago em um cigarro de maconha, soltou a fumaça para cima e disse: Deus, essa vai para você! Nem precisa falar em qual situação morreu esse homem.

O CONSTRUTOR DO NAVIO TITANIC:

Na ocasião em que foi construí­do, apontaram-no como o maior navio de passageiros da época. No dia de entrar em alto- mar, uma repórter fez a seguinte pergunta para o construtor: "O que o senhor tem a dizer para a imprensa concernente a segurança do seu navio?" O homem, com um tom irônico, disse: "Nem Deus poderá afundar meu navio". O resultado foi o maior naufrágio de um navio de passageiros do mundo... MARILYN MONROE:

Foi visitada por Billy Graham durante a apresentação de um show. Ele, um pregador do evangelho, na época havia sido mandado pelo Espírito Santo àquele lugar, para pregar a Marilyn. Porém ela, depois de ouvir a mensagem do Evangelho, disse: "Não preciso do seu Jesus". Uma semana depois foi encontrada morta em seu apartamento.

BON SCOTE:

Ex-vocalista do conjunto AC/DC. Cantava no ano de 1979 uma música com a seguinte frase: "Don´t stop me, I´m going down all the way, wow the highway to hell". (Não me impeça... Vou seguir o caminho até o fim, na auto-estrada para o inferno). No dia 19 de fevereiro de 1980, Bom Scot foi encontrado morto, asfixiado pelo próprio vômito.

CAMPINAS/SP EM 2005:

Em Campinas, uma turma de amigos já embriagados, foram buscar a última pessoa ir para balada, parou em frente da casa do jovem chamou, e junto com a moça veio a mãe. A mãe com medo vendo todos embriagados e sua filha entrando naquele carro lotado, pegou na mãoo da filha que já estava dentro do carro e disse: "FILHA VAI COM DEUS QUE ELE LHE PROTEJA", a filha pra tirar uma onda com a mãe disse: "SÓ SE ELE FOR NO PORTA-MALAS, POIS AQUI JÁ ESTÁ LOTADO". Algumas horas depois veio a noticia aos familiares dos jovens, sofreram um acidente, morreram todos, o carro ficou irreconhecí­vel, mas o porta malas ficou intacto. A policia técnica disse que pela violência do acidente seria impossí­vel o porta-malas ficar intacto, quando o policial abriu o porta-malas, lá estava uma bandeja com 18 ovos sem nenhum arranhão, e todos nos lugares corretos da bandeja.

Muitos outros homens importantes também se esqueceram que a nenhum outro nome foi dada tanta autoridade como a que há no nome de JESUS CRISTO. Não esqueça disso: Muitos morreram, mas somente um ressuscitou e está vivo até hoje (dias vindouros): Seu Nome é Jesus! Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? De nada aproveitará.


Autor Desconhecido

2 de jul de 2012

Perdão, a cura para os relacionamentos feridos

O perdão é o melhor remédio para a saúde emocional. O perdão é a assepsia da alma, a faxina da mente, a alforria do coração, a cura das emoções. Perdoar é lembrar sem sentir dor. Perdoar é zerar a conta e não cobrar mais a dívida. O perdão é ato de misericórdia e manifestação da graça. O perdão é absolutamente necessário. E isso, por várias razões:
1. O perdão é necessário porque temos queixa uns dos outros. Nós não somos perfeitos, não viemos de uma família perfeita, não temos um casamento perfeito, não temos filhos perfeitos nem frequentamos uma igreja perfeita. Consequentemente, nós temos queixas uns dos outros. Na verdade, nós decepcionamos as pessoas e as pessoas nos decepcionam. Nossas fraquezas transpiram em nossas palavras e atitudes. Sem o exercício do perdão ficamos entupidos de mágoas e a mágoa gera raiz de amargura no coração. Não somente isso, a amargura perturba a pessoa que a alimenta e contamina as pessoas ao redor.
2. O perdão é necessário porque fomos perdoados por Deus. Quem é receptáculo do perdão precisa transformar-se em canal do perdão. Aqueles que retêm o perdão ao próximo fecham-se para receber o perdão de Deus. Não existe uma pessoa salva que não tenha sido perdoada. Na verdade, no céu só entrarão os perdoados. Logo, é impossível ser um cristão sem exercitar o perdão. Devemos perdoar assim como fomos perdoados. Como Deus nos perdoou devemos nós também perdoar uns aos outros. Quando compreendemos a enormidade do perdão recebido por Deus, não temos mais motivos para sonegar perdão ao próximo. Nossa dívida com Deus era impagável e Deus no-la perdoou completamente. Não fomos perdoados por mérito, mas por graça. Perdão não é reinvindicação de direito, mas o clamor solícito da misericórdia.
3. O perdão é necessário porque por meio dele restauramos relacionamentos feridos. A Bíblia não oculta o perigo devastador da mágoa dentro da família e da igreja. Exemplos como Caim e Abel, José e seus irmãos, Absalão e Amnon retratam essa amarga realidade. Há pessoas feridas dentro do lar e também na assembleia dos santos. Há pessoas doentes e perturbadas emocionalmente porque um dia foram injustiçadas por palavras impiedosas e atitudes truculentas. Há pessoas prisioneiras de traumas e abusos sofridos na infância. Há indivíduos que não conseguem avançar vitoriosamente rumo ao futuro porque nunca se desvencilharam das amarras do passado. O perdão destampa esse poço infecto. Espreme o pus da ferida. Cirurgia os abcessos da alma. Promove uma assepsia da mente e proclama a libertação das grossas correntes do ressentimento. O perdão constrói pontes no lugar que a mágoa cavou abismos. O perdão passa o óleo terapêutico da cura, onde o ódio abriu feridas. O perdão promove reconciliação onde a indiferença quebrou relacionamentos. O perdão expressa o triunfo da graça, onde o ódio mostrou a carranca do desprezo.
4. O perdão é necessário para experimentarmos plena felicidade. Uma pessoa que nutre mágoa no coração não é feliz. O ressentimento é autofagia, é autodestruição. Guardar mágoa é a mesma coisa que o indivíduo beber um copo de veneno pensando que o outro é quem vai morrer. Nenhum calmante químico pode aquietar uma alma desassossegada pela mágoa. Nenhum prazer deste mundo pode aliviar a dor de um coração ferido pelo ódio. A mágoa produz muitas doenças. Quem não perdoa adoece física, emocional e espiritualmente. Mas, o perdão traz cura completa para o corpo e felicidade plena para a alma.

Rev. Hernandes Dias Lopes

30 de jun de 2012

16 de jun de 2012

O pecado da Murmuração

O principal pecado que o cristão comete durante todo o ano é o da murmuração. Murmuração é ofensa a Deus! Murmurar traz graves conseqüências. quando os Israelitas murmuraram contra Deus, Ele enviou serpentes ao deserto, os fez voltar pelo caminho do deserto, rumo ao mar Vermelho, andando em círculos por quarenta anos, até que se consumisse toda aquela geração. Estavam salvos, porém não desfrutaram da terra prometida. O crente que murmura, está salvo, porém não entra no reino de Deus enquanto ainda é peregrino na terra, vive em retrocesso de vida, sua casa não se firma, seus planos fracassam.

Murmuração é um ladrão da alegria. Murmuração é como um buraco negro que suga toda a luz da vida do crente, que rouba a sua alegria, a gratidão. E a ingratidão é uma sementeira fértil para o desânimo, para o esfriamento espiritual, para a apostasia. A murmuração é um dos piores tipos de pecados, pois é diária e é diretamente contra Deus. Ela entristece o coração de Deus. O crente que murmura é como uma mulher rixosa dentro de casa, que entristece aos seus entes próximos, que enfraquece os relacionamentos (Pv 21:9). A murmuração não é um pecado típico de um vacilo momentâneo, de um momento de fraqueza, de falta de vigilância. Não! Ela é constante e produz amargura.

Jesus, nosso parâmetro de vida cristã, jamais permitiu que de sua boca saísse uma só palavra impura. Ele foi oprimido e humilhado, mas não abriu a boca (Is 53:7). A murmuração entristece ao Espírito Santo, pois revela que nosso coração não está contente com o que Ele tem nos concedido, que não cremos em Sua Palavra quando diz que todas as bênçãos espirituais estão em Cristo Jesus. Se todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, porque murmurar quando algo me acontece que não tenha sido conseqüência de pecado? E se for por conseqüência de pecado, tenho razão em murmurar? Não! Não há campo, em hipótese alguma, para a murmuração na vida do crente.

Se murmuro, é porque estou olhando para o desejo ou circunstância e não para Deus e Seus planos ou princípios. Se murmuro é porque não aceito Sua vontade sobre mim. Jesus disse: Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus discípulos. Como o Pai me amou, também eu vos amei; permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço. Tenho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo (Jo 15:7-11). Jesus quer que tenhamos gozo completo e jamais murmuração.

Jesus não pode deixar de ser o centro de nossas vidas, em momento algum. Temos sempre que ter em mente o conhecimento de quem é Jesus: Deus todo Poderoso! El Shadday! O Verbo eterno, sem o qual nada se fez no mundo (Jo 1:1).

Se sofremos, é por conseqüência de pecado ou com um propósito de Deus. Se permanecemos glorificando ao Senhor, mesmo no sofrimento, somos fortalecidos e o Pai é glorificado. É uma honra ser um eleito de Deus para a glória do Pai! Permanecer no Senhor é colocar os problemas no altar de Deus, para que Ele próprio resolva por nós. Quando fazemos isso, temos paz e gozo completos!

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize (Jo 14:27). Isto só será possível quando Cristo for o centro de nossas vidas!

O motivo principal que nos leva a murmurar, ser impaciente, ingrato, é sem dúvida a falta de permanência com o Senhor! Quem não sabe separar tempo para desfrutar da presença de Deus, através da Sua Palavra, da oração, da meditação, do louvor, perde as oportunidades de ver Jesus operar. Em Marcos 8:1,2 vemos uma multidão sendo alimentada pelo Senhor só porque estava em sua presença durante três dias. Deus sabe e provê tudo o que necessitamos, mas se não nos “assentarmos” não saberemos desfrutar do alimento que nossa alma tanto procura e que o Senhor já nos dispôs. Se comemos apressadamente, “de pé”, não saborearemos e tudo aquilo que recebemos de Deus perde a graça rapidamente. O melhor de Deus passa a ser motivo de murmuração e não de gratidão: Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra (Is 1:19). Ao contrário, Deus quer de nós que sosseguemos e descansemos nEle: Porque assim diz o SENHOR Deus, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação; na tranqüilidade e na confiança, a vossa força, mas não o quisestes (Is 30:15) .

Deus deu prova incontestável de Seu amor por nós! Porque então não tomamos posse deste amor, que é real? João, o apóstolo do amor, referia-se a si próprio como “o discípulo amado”, mas Jesus amava a todos os discípulos igualmente, assim como ama a todos nós da mesma forma: intensamente! Como o Pai me amou, também eu vos amei; permanecei no meu amor (Jo 15:9). João não era MAIS amado que os outros. A diferença entre João e os outros discípulos é que ele tinha consciência de que era muito amado por Jesus. E isso fazia grande diferença no relacionamento dele com Jesus, a ponto de ter confiança em reclinar sua cabeça no peito de Jesus. Assim deve ser conosco também: devemos ter plena consciência de que somos muito amados por Jesus e nos entregarmos em confiança no relacionamento diário com Ele. Se conseguirmos isso, nosso gozo será completo e não haverá espaço para nenhuma murmuração. Como o Pai me amou, também eu vos amei; permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; assim como também eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai e no seu amor permaneço. Tenho-vos dito estas coisas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo (Jo 15:9-11). Graças a Deus por Jesus Cristo, o amado de nossas almas!

Agradecer a Deus por Jesus Cristo deve ser nosso principal propósito diário, durante todo o ano. Quando agradecemos, não há espaço para a ingratidão, a murmuração, o abatimento: Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não apagueis o Espírito (1 ts 5:18,19).

 http://verboeterno.wordpress.com/

26 de mai de 2012

Nada é por Acaso

“Você ultimamente perdeu algo em torno do qual seu coração tinha entrelaçado todos seus tentáculos? Descobrirá que existe uma boa razão para essa privação.
O Senhor nos tira sempre alguma benção de prata, com a intenção de dar-nos um benefício de ouro. Podem estar certos de que Ele lhes dará ferro em vez de madeira, e substituirá o ferro com bronze, e em vez de bronze, prata, e em lugar de prata, lhes proporcionará ouro.
Tudo o que o Senhor tira não é senão algo preliminar para uma dádiva maior. Você perdeu seu filho? Que isso importaria se descobre que seu Senhor é mais amoroso que nunca?
Um sorriso de seu Senhor será melhor para você que todas as alegres brincadeiras de seu filho. Não é melhor Ele para você que dez filhos? Ou, perdeu seu familiar e companheiro que o alegrava ao longo do vale da vida?
Graças a essa perda, você será agora conduzido a estar mais próximo de seu Salvador. Suas promessas serão mais doces para você, e o Bendito Espírito lhe revelará Sua verdade com maior claridade. Por fim sairá ganhando com sua perda.”
 
Charles Spurgeon

19 de mai de 2012

A Loja do Ferreiro

          Na loja de um ferreiro existem três tipos de ferramentas. Na pilha de lixo existem ferramentas: ultrapassadas, quebradas, sem corte,enferrujadas. Elas são colocadas num canto, cobertas por teias de aranha, sem uso para o seu mestre e suas utilidades são esquecidas.
           Na bigorna existem ferramentas: derretidas,fundidas, moldáveis, alteráveis. Elas ficam na bigorna, sendo modeladas pelo seu mestre, aceitando o seu desígnio. Existem ferramentas de muita utilidade: afiadas,preparadas, definidas, movíveis.
            Elas ficam prontas na caixa de ferramentas do ferreiro, disponíveis para o seu mestre, cumprindo o seu desígnio. algumas pessoas ficam sem uso: vidas quebradas,desperdiçando talentos, fogo apagado, sonhos destruídos. Elas são rendidas como os fragmentos de ferro, em desesperada necessidade de reparos, sem noção de propósito. Outras ficam na bigorna:corações abertos, famintos para mudar, ferimentos sendo curados, visões tornando-se claras. Elas dão boas-vindas às dolorosas pancadas do martelo do  ferreiro, desejando serem refeitas, suplicando para serem utilizadas.Outras repousam nas mãos do seu Mestre: bem-sintonizadas, determinadas, polidas, produtivas.
             Elas respondem de antemão ao seu Mestre, sem pedir nada, entregando tudo.
           Todos nós nos encontramos em algum lugar da loja do ferreiro ou nós estamos na pilha (monte) de fragmentos, ou na bigorna das mãos do Mestre, ou na caixa de ferramentas. O Mestre é DEus!

Retirado do Livro " Moldado por Deus" MAX LUCADO

17 de mai de 2012

AS ESTAÇÕES DA VIDA

Cada estação do ano tem suas características bem específicas. O outono é a estação dos ventos fortes e das folhas que caem. É a vida que se renova. O inverno é a estação das chuvas fortes, do frio e da pouca luz. É a vida que se retrai. Na primavera, as cores revestem a natureza de uma beleza rara. É a esperança que desponta. E no verão, o brilho do sol e a força da luz exaltam a criação. É a vida em plenitude.

É interessante como a natureza conhece as suas estações e compreende a linguagem de cada uma delas. As estações do ano revelam a beleza presente na harmonia dos contrastes.

Tal como a natureza, a vida humana tem as suas estações. Nossa existência precisa ser compreendida, também, a partir dos seus contrastes. Perdas e danos; frio e calor; escuridão e brilho, fazem parte das múltiplas facetas da vida que se renova, que se refaz, e que triunfa vitoriosa, ainda que, de tempos em tempos, conheça a dor, as derrotas e o sofrimento. São as estações da vida, como momentos, necessários, da nossa existência.

Muitas vezes os ventos do outono sopram fortes contra nós, e, quais folhas, nossos sonhos vão embora, ao sabor dos ventos. Parece até que a vida vai sendo despedaçada e tudo vai desmoronar. São os ventos das grandes provações. Eles vêem em forma de enfermidades, lutos, perdas e desencantos. Embora seja a estação das folhas que caem, o outono é também o momento que a vida se renova. A Bíblia diz: "Depois da tempestade vem a bonança". Suportar o outono é renovar-se para a vitória.

Não é difícil perceber a chegada do inverno. O frio e a escuridão entristecem a alma. O coração reclama de uma lareira e um cobertor. É a estação da solidão, dos questionamentos profundos, de agudas crises existenciais. Tudo parece escuro ao nosso redor. Queremos algo que nos aqueça a alma e alguém que nos escute o coração. Mas, o inverno não dura para sempre! A Bíblia também afirma: "O pranto pode durar uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer".

Quando tudo parece perdido, e pensamos não haver mais saídas, a semente começa a brotar. Nasce no coração uma esperança. É a vida que ressurge na força dos sonhos e, com eles, a existência se reveste de cores, outra vez. É a primavera chegando, trazendo a beleza que pensávamos perdida. Tudo parece se revestir de um novo sentido, como um poema de rara beleza.

No tempo certo, o sol volta a brilhar. É o verão que está chegando e com ele a luz que amplia a nossa visão, o calor que aquece nossos sonhos, e a força para resistirmos aos ventos fortes da dor. É a vida que triunfa. É a vitória, afinal. A Escritura Sagrada proclama Deus como o Sol da Justiça; e Jesus Cristo como a Luz da vida. Por isso, o verão é a estação da vida e da luz.

Seja qual for a estação pela qual você esteja passando, confie sempre em Deus, pois Ele é o Senhor da natureza e da vida. Seu poder é maior que a força dos ventos; sua presença embeleza a vida; seu Espírito aquece nossa alma e a Sua Palavra ilumina nosso caminho. Sejam quais forem, as circunstâncias, Ele tem poder para mudar o tempo e as estações.
 
Texto retirado do blog Mig e meg

9 de mai de 2012

Solilóquio, uma conversa no espelho

A marca distintiva da sociedade contemporânea é a superficialidade. Somos rasos em nossas avaliações. Falta-nos reflexão. Falta-nos introspeção. Estamos atarefados demais e cansados demais para examinarmo-nos a nós mesmos. Corremos atrás de coisas e perdemos relacionamentos. Sacrificamos no altar das coisas urgentes, as coisas que de fato são importantes. Como muito bem afirmou George Carlin, num artigo sobre o paradoxo do nosso tempo: “Multiplicamos nossos bens, mas reduzimos nossos valores. 
Falamos demais, amamos raramente e odiamos frequentemente. Aprendemos a sobreviver, mas não a viver; adicionamos anos à nossa vida e não vida aos nossos anos. Fomos e voltamos à lua, mas temos dificuldade de cruzar a rua e encontrar um novo vizinho. Conquistamos o espaço sideral, mas não o nosso próprio espaço. Fizemos muitas coisas maiores, mas pouquíssimas melhores. Limpamos o ar, mas poluímos a alma; dominamos o átomo, mas não nosso preconceito. Construímos mais computadores para armazenar mais informação, mas nos comunicamos cada vez menos. Estamos na era do fast-food e da digestão lenta; do homem grande de caráter pequeno; lucros acentuados e relações vazias. Essa é a era de dois empregos, vários divórcios, casas chiques e lares despedaçados”.

Solilóquio é conversar consigo mesmo. É olhar nos olhos daquele que vemos no espelho e enfrentá-lo sem subterfúgios. É entrar pelos corredores da alma e não escapar pelas vielas laterais. É lidar com o nosso mais difícil interlocutor. É falar com o nosso mais exigente ouvinte. A introspecção, porém, é uma viagem difícil de fazer. Olhar para dentro é mais difícil do que olhar para fora. É mais fácil falar para uma multidão do que conversar com a nossa própria alma. É mais fácil exortar os outros do que corrigir a nós mesmo. É mais fácil consolar os aflitos, do que encorajar-nos a nós mesmos. É mais fácil subir ao palco e pregar para um vasto auditório do que conversar com aquele que vemos diante do espelho.

O salmista, certa feita, estava muito triste e percebeu que precisava endereçar sua voz não para fora, mas para dentro. Então disse: “Por que estás abatida ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu” (Sl 42.11). É preciso dizer à nossa alma que a tristeza não vai durar para sempre. Devemos levantar nossos olhos e saber que Deus está no controle da situação, ainda que agora isso não seja percebido pelos nossos sentidos. Devemos proclamar, em alto e bom som para nós mesmos, que o louvor e não o gemido; a alegria e não o choro é que nos esperam pela frente. Não nos alarmemos com nossas angústias; consolemo-nos com as promessas de Deus.

Não basta reflexão, é preciso introspecção. Não basta falarmos aos outros, precisamos falar a nós mesmos. Não basta lançarmos mão do diálogo, precisamos de solilóquio. O salmista, disse certa feita: “Volta minha alma ao teu sossego, pois o Senhor tem sido generoso para contigo” (Sl 116.7). Muitas vezes, ficamos desassossegados, quando deveríamos estar em paz. Curtimos uma grande dor na alma, quando deveríamos estar experimentando um bendito refrigério. E por que? Porque deixamos de pregar para nós mesmos. Deixamos de exortar nossa própria alma. Deixamos de fazer viagens rumo ao nosso interior. Deixamos de conversar diante do espelho. Deixamos o solilóquio. É preciso alertar, entretanto, que o solilóquio só é saudável, quando estamos na presença de Deus, quando nossa esperança está em Deus, quando encontramos em Deus nosso refúgio e fortaleza, quando podemos dizer como o salmista: “Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu”.

(Texto enviado por email )

Hernandes Dias Lopes

5 de mai de 2012

O cristão

Um cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos...
Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro;  esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que possa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando ele é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente o pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento. ( A W Tozer).

1 de mai de 2012

Esperando contra a Esperança


Talvez você esteja vivendo um momento em que tudo esteja parecendo contrário ao que Deus lhe prometeu, e sinta-se como Abraão, literalmente esperando contra a esperança, porque suas limitações físicas, emocionais, intelectuais, financeiras, dizem não ao que o Senhor revelou. Quem sabe, identifique-se mais com José. Deus lhe deu sonhos maravilhosos, mas, ao acordar, viu-se diante de uma realidade que é um pesadelo. Você foi traído por quem confiava, jogado em uma “cova”, ficou “vendido” diante do opressor. Ainda foi caluniado, e agora se sente preso a uma situação terrível, enquanto se pergunta: “O que fiz para merecer isso? Quando vou sair daqui? Deus se esqueceu de mim? Entendi direito o que Ele prometeu?” Ou ainda, como Moisés, talvez você tenha nascido sob um decreto de morte. Sua vida foi preservada por Deus, mas você foi criado no mundo, na casa do inimigo. Depois que cresceu, conheceu a verdade sobre Jesus, saiu do “Egito”, e anseia pelo dia em que verá os seus também libertos. Mas, por enquanto, tudo que vê é um deserto. Você pensa que Deus se esqueceu de você e de seu povo ou sente-se impotente diante do chamado dEle: “ide e pregai boas novas aos mansos, restaurai os contritos de coração, proclamai liberdade aos cativos e abertura de prisão aos presos; anunciai o ano aceitável do Senhor; os sinais seguirão os que crêem”.

Quando pensamos em como Deus preparou Moisés, José e Abraão, e como agiu através deles, percebemos que o Senhor tem meios estranhos para realizar suas infalíveis promessas. Quem pensaria que esses três heróis da fé estavam sendo preparados para vitória com uma sucessão de aparentes derrotas? Ah, a olaria de Deus! Como os sofrimentos foram necessários para dar a eles a estrutura de que precisavam para cumprir os propósitos divinos, abençoar outros e não perder a bênção que lhes estava destinada!
Gostamos de sentir que temos o controle da situação, de saber o que nos espera, para agirmos a respeito. Temos medo de sermos levados para onde não queremos, porque não compreendemos os propósitos eternos de Deus. Isso é o que mais assusta no cristianismo. Todas as convenções contrariadas, a gente seguindo na contra-mão do mundo. Ao mesmo tempo, a voz de Deus dentro de nós dizendo que estamos no caminho certo, que veremos o desejo do nosso coração realizado e ficaremos felizes, se tão somente obedecermos ao Deus nada convencional, que escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; as coisas fracas, para confundir as fortes; as coisas vis e as que não são, para confundir as que são (1 Co 1.27,28).


Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para conhecer o que nos é dado gratuitamente [...] o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido (1 Co 2.12,15). Então, apesar das circunstâncias, apesar da dor, das dificuldades ouça a voz de Deus a dizer: “Vou realizar seu sonho, apesar dos seus tropeços, das suas limitações, da inveja dos irmãos, das covas, dos inimigos, das tentações, das prisões. A despeito de corações endurecidos, de você sofrer vendo seu povo aflito, de haver um mar à frente, depois um deserto a atravessar e tantos inimigos, você vencerá e conquistará a promessa. Você possuirá o que é seu por herança, porque Eu, por graça, já possibilitei tudo”.


Enquanto você se pergunta “onde está o meu riso?”, saiba que o que lhe for dado por Deus não poderá ser tirado, que Ele é o Deus que vivifica os mortos e chama a existência as coisas que não são como se já fossem (Rm 4.17). Quem sabe a seu respeito também poderá ser dito: o qual, em esperança, creu contra a esperança, e isso lhe foi imputado como justiça, e não duvidou da promessa de Deus por incredulidade, mas foi fortificado na fé, dando glória a Deus; e estando certíssimo de que o que ele tinha prometido também era poderoso para fazer. Pelo que isso lhe foi também imputado como justiça (vv.18, 20,21). Jesus é a garantia da sua vitória. Ouça o que Ele diz: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus (Jo 11.40). Creia, irmão, e você verá que Deus é fiel e cumpre todas as suas promessas por Cristo Jesus!
(Texto: Patricia Nunan)

25 de abr de 2012

Thalles Roberto - Mesmo sem entender



Deus, mesmo que eu não consiga entender
E queira tudo do meu jeito,
Eu até choro e às vezes até chego a dizer:
Por que é que tem que ser tão difícil pra mim?
Parece que é difícil só pra mim!
Eu sei seus pensamentos são mais altos que os meus!
O teu caminho é melhor do que o meu.
Tua visão vai além do que eu vejo.
O Senhor sabe exatamente o que é melhor pra mim.
E mesmo que eu não entenda o seu caminho, eu confio.
E, Deus, porque sou tão pequenino assim,
Vou ficar quetinho aqui em seu colo.
Esperando o tempo certo de tudo...
Porque eu sei que vais cuidar de mim,
E o seu melhor está por vir,
Eu sei que é o melhor pra mim.
Mesmo sem entender, mesmo sem entender!
Mesmo sem entender, eu confio em ti!
Mesmo sem entender, eu sei que é o melhor pra mim!
Mesmo sem entender!!

6 de abr de 2012

Amor Incondicional

Através da sua morte, temos a VIDA!

30 de mar de 2012

MInha alma


27 de mar de 2012

Quando me amei de verdade

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.


Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.


Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.


Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que quero, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.


Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.


Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.

Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.


Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.


Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.


Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço primeiro da razão e segundo do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!!

Charles Chaplin

15 de mar de 2012

O tempo/Oficina G3

 Linda música!
...É...e ficaram somente OS SONHOS!! :((

O vento toca o meu rosto
me lembrando que o tempo vai com ele
levando em suas asas os meus dias,
desta vida passageira
minhas certezas, meus conceitos,
minhas virtudes, meus defeitos
nada pode detê-lo...
...o tempo se vai
mas algo sempre eu guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei
os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar...
...nos Teus braços não importa o tempo
só existe o momento de sonhar
e o medo que está sempre à porta
quando estou com Você
Ele não pode entrar...
...o tempo se vai
mas algo sempre guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei
os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar ...

12 de mar de 2012

Agora dar pra entender!

9 de mar de 2012

As pequenas coisas da vida

"[...] no teu livro todas estas coisas foram escritas [...] quando nem ainda uma delas havia. E quão preciosos são para mim, ó Deus, os teus pensamentos!" Salmos 139:16-17

Muitas vezes, são as pequenas coisas que nos deixam loucos. Conseguimos controlar os grandes problemas, mas as pequenas inconveniências da vida diária nos aborrecem muito! É fácil ficar irritado ou frustrado quando as coisas não andam bem: quando perdemos as chaves do carro ou todos os sinais ficam vermelhos a caminho do trabalho. Mas, às vezes, Deus usa as pequenas coisas de nossa vida para colocar-nos onde Ele deseja que estejamos.

Depois da tragédia de 11 de Setembro, o chefe de segurança das Torres Gêmeas narrou histórias surpreendentes sobre aqueles que deveriam ter estado ali naquele dia fatídico - mas não estiveram. Todas as histórias tinham a ver com as "pequenas coisas" da vida.

Um homem se atrasou porque era a sua vez de trazer rosquinhas. O despertador de uma mulher não tocou. Uma pessoa perdeu o ônibus. Outra sujou a roupa na última hora e teve de trocá-la. O carro de uma não quis funcionar. E outra não conseguiu um táxi.

Talvez um dos mais surpreendentes seja o caso de um homem que pôs um par de sapatos novos naquela manhã e foi caminhando para o trabalho, o que lhe provocou uma bolha no pé. Porque parou em uma farmácia a fim de comprar um curativo Band-Aid, eles está vivo hoje.

Deus se preocupa com cada detalhe da sua vida, mesmo com as pequenas coisas! Assim, da próxima vez que você estiver preso em um engarrafamento - ou mesmo tiver uma bolha do dedão -, lembre-se: Deus continua a cuidar de você. Agradeça todos os dias pelo dom da vida que você recebeu, e pelo Deus admirável e afetuoso  que, com zelo, orienta os seus passos todo o dia.



Retirado do livro Graça Diária - Editora CPAD - pág. 7

4 de mar de 2012

30 Pensamentos Diários: 6º dia

por Max Lucado
Da próxima vez que os problemas da vida estiverem prontos para oprimi-lo, lembre-se deste aviso de Pedro:

“Jogue todo o peso de sua ansiedade Nele, uma vez que você é Sua preocupação pessoal.” 1 Pedro 5:7

A solução de Deus está à distância de uma oração!

For God...

6 de fev de 2012

“... Deus, a fonte de esperança, os encherá... de... paz...”



“... Deus, a fonte de esperança, os encherá... de... paz...” – Romanos 15:13 NLT

Costumamos usar a palavra “esperança” quando queremos que algo aconteça, mas não temos certeza se acontecerá. Esperamos que o conserto do carro não seja muito caro. Esperamos que nossos filhos se formem. Esperamos que o exame médico corra bem. Mas a nossa esperança não é pensamento positivo; é confiança em Deus. Então, como manter a nossa esperança viva??? “Deus, a fonte da esperança, os encherá... de... paz porque vocês confiam Nele”.  

 Jon Gordon disse: “O frenesi do pânico criado pela mídia está afetando negativamente a nossa psicologia coletiva... as pessoas estão mais estressadas do que nunca... como em um filme de terror, o que você teme começa a acontecer... Então, como podemos confiar... quando tudo em que confiamos está desmoronando? Minha resposta: colocamos a nossa fé nas coisas erradas... e as rachaduras ficam expostas. Isto é um sinal de alerta. 

O filósofo e cientista Charles West disse: ‘Nós nos voltamos para Deus quando as nossas bases estão tremendo, e logo descobrimos que é Deus quem as está sacudindo’. A segurança é uma ilusão. Não há poder em uma conta bancária, nem paz em uma carteira de investimentos… o nosso verdadeiro propósito não está em um plano de aposentadoria. Devemos confiar em Deus… o verdadeiro poder existe não no que parece forte e seguro, mas no que é silencioso e invisível... Em vez de começar a sua manhã assistindo a TV, dê um passeio em oração; em vez de abaixar a cabeça para ler o jornal, levante a cabeça e olhe para o céu”. Faça esta oração: “Senhor, às vezes minhas esperanças são apenas desejos, mas esperar em Ti é diferente; Tu me dás um solo firme. Hoje, minha esperança está baseada na Tua fidelidade e na Tua promessa de suprir cada uma das minhas necessidades. Obrigado; sei que o farás. Amém”. 

www.palavraparahoje.com.br



24 de jan de 2012

DEMITA-SE




Venho através desta, apresentar oficialmente meu pedido de demissão da categoria dos adultos. 
Resolvi que quero voltar a ter as responsabilidades e as idéias de uma criança de 8 anos no máximo. 
Quero acreditar que o mundo é justo e que todas as pessoas são honestas e boas... 

Quero acreditar que tudo é possível... Quero que as complexidades da vida passem desapercebidas por mim, e quero ficar encantado, com as pequenas maravilhas deste mundo..
Quero de volta uma vida simples e sem complicações...

Cansei dos dias cheios de computadores que falham, montanha de papeladas, notícias deprimentes, contas a pagar, fofocas, doenças e, necessidade de atribuir um valor monetário a tudo o que existe!!!

Não quero mais ter que inventar jeitos para fazer o dinheiro chegar até o dia do próximo pagamento... 
Não quero mais ser obrigado a dizer adeus às pessoas queridas e, com elas, a uma parte da minha vida!!! 

Quero agradecer ao Papai do Céu, por tudo o que tenho, por tudo o que sou!

Quero viajar ao redor do mundo, num barquinho de papel que vou navegar numa poça deixada pela chuva...
Quero jogar pedrinhas na água, e ter tempo para olhar as ondas que elas formam... 
Quero achar que as moedas de chocolate são melhores do que as de verdade, porque podemos comê-las e, ficar com a cara toda lambuzada...

Quero ficar feliz quando, amadurecer o primeiro caju, a primeira manga ou, quando a jabuticabeira ficar pretinha de frutas...

Quero poder passar as tardes de verão, à sombra de uma árvore, construindo castelos no ar, e dividindo-os com meus amigos...

Quero achar que chicletes e picolés são as melhores coisas da vida!!!

Quero que as maiores competições que eu tenha de entrar sejam uma brincadeira qualquer, um jogo de bola de gude, ou uma pelada... 

Quero voltar ao tempo em que tudo o que eu sabia, era o nome das cores, a tabuada, as cantigas de roda, a “Batatinha quando nasce...” ...”, e que isso não me incomodava nadinha, porque eu não tinha a menor idéia de quantas coisas eu ainda não sabia...

Quero voltar ao tempo em que se era feliz, simplesmente porque se vivia na bendita ignorância da existência de coisas que podiam nos preocupar ou aborrecer... 

Quero poder acreditar no poder dos sorrisos, dos agrados, das palavras gentis, da verdade, da justiça, da paz, dos sonhos, da imaginação, dos castelos no ar e na areia... 

Quero estar convencido, de que tudo isso... Vale muito mais do que o dinheiro!!!

A partir de hoje, isto é com vocês, porque eu estou me demitindo da vida de adulto... 

Agora, se você quiser discutir a questão, vai ter de me pegar correndo...PORQUE O PEGADOR ESTÁ COM VOCÊ!!! E para sair do pegador só tem um jeito: Demita-se, você também dessa sua vida chata de adulto...
Não seja tão sério(a) e tão preocupado(a)!

...Ah que saudades da minha infância viu!

Texto de: Maria Clara Isoldi White

15 de jan de 2012

As coisas acontecem em fases

“Primeiro o talo, depois a espiga e, então, o grão cheio na espiga...” Marcos 4:28 NKJV
Se você está esperando uma promessa que Deus lhe fez se cumprir, observe as palavras de Jesus: “O Reino de Deus é semelhante a um homem que lança a semente sobre a terra. Noite e dia, quer ele durma quer se levante, a semente germina e cresce, embora ele não saiba como. A terra por si própria produz o grão: primeiro o talo, depois a espiga e, então, o grão cheio na espiga. Logo que o grão fica maduro, o homem lhe passa a foice, porque chegou a colheita” (Marcos 4:26-29 NKJV). Antes de receber o que Deus lhe prometeu, geralmente você passa por certos estágios. Vamos dar uma olhada neles:


Primeiro, vem a fase da incerteza. Sua semente está na terra, mas quando ela vai produzir uma colheita é algo que está inteiramente nas mãos de Deus. A Sua Palavra, porém, lhe garante que isso acontecerá. Depois vem a fase do “broto”. Ele é pequeno e acabou de brotar, mas está lá balançando ao vento e isso é o suficiente para encorajar você, mostrando que a resposta está a caminho.

Depois vem a fase em que a pequena espiga aparece. Agora você já pode perceber a semelhança com aquilo pelo que você orou. É de se esperar que você esteja regando todo o processo com oração, adubando cada etapa com a Palavra de Deus e protegendo sua futura colheita de qualquer força negativa que tente arrancá-la. 

Finalmente você entra na fase final, a espiga cheia de belos grãos está formada. É quando Deus diz: “Passe a foice, porque é chegada a sua colheita”. A esta altura, é crucial reconhecer esse momento e começar a colher. Seja qual for a fase em que você se encontre hoje, firme-se na promessa de Deus e continue confiando. Ele não o decepcionará.

www.palavraparahoje.com.br