30 de mar de 2012

MInha alma


27 de mar de 2012

Quando me amei de verdade

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.


Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.


Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.


Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que quero, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.


Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.


Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.

Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.


Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.


Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.


Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço primeiro da razão e segundo do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!!

Charles Chaplin

15 de mar de 2012

O tempo/Oficina G3

 Linda música!
...É...e ficaram somente OS SONHOS!! :((

O vento toca o meu rosto
me lembrando que o tempo vai com ele
levando em suas asas os meus dias,
desta vida passageira
minhas certezas, meus conceitos,
minhas virtudes, meus defeitos
nada pode detê-lo...
...o tempo se vai
mas algo sempre eu guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei
os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar...
...nos Teus braços não importa o tempo
só existe o momento de sonhar
e o medo que está sempre à porta
quando estou com Você
Ele não pode entrar...
...o tempo se vai
mas algo sempre guardarei...
..o Teu amor, que um dia eu encontrei
os meus sonhos, o vento não pode levar
a esperança, encontrei no Teu olhar
os meus sonhos, a areia não vai enterrar
porque a vida recebi ao Te encontrar ...

12 de mar de 2012

Agora dar pra entender!

9 de mar de 2012

As pequenas coisas da vida

"[...] no teu livro todas estas coisas foram escritas [...] quando nem ainda uma delas havia. E quão preciosos são para mim, ó Deus, os teus pensamentos!" Salmos 139:16-17

Muitas vezes, são as pequenas coisas que nos deixam loucos. Conseguimos controlar os grandes problemas, mas as pequenas inconveniências da vida diária nos aborrecem muito! É fácil ficar irritado ou frustrado quando as coisas não andam bem: quando perdemos as chaves do carro ou todos os sinais ficam vermelhos a caminho do trabalho. Mas, às vezes, Deus usa as pequenas coisas de nossa vida para colocar-nos onde Ele deseja que estejamos.

Depois da tragédia de 11 de Setembro, o chefe de segurança das Torres Gêmeas narrou histórias surpreendentes sobre aqueles que deveriam ter estado ali naquele dia fatídico - mas não estiveram. Todas as histórias tinham a ver com as "pequenas coisas" da vida.

Um homem se atrasou porque era a sua vez de trazer rosquinhas. O despertador de uma mulher não tocou. Uma pessoa perdeu o ônibus. Outra sujou a roupa na última hora e teve de trocá-la. O carro de uma não quis funcionar. E outra não conseguiu um táxi.

Talvez um dos mais surpreendentes seja o caso de um homem que pôs um par de sapatos novos naquela manhã e foi caminhando para o trabalho, o que lhe provocou uma bolha no pé. Porque parou em uma farmácia a fim de comprar um curativo Band-Aid, eles está vivo hoje.

Deus se preocupa com cada detalhe da sua vida, mesmo com as pequenas coisas! Assim, da próxima vez que você estiver preso em um engarrafamento - ou mesmo tiver uma bolha do dedão -, lembre-se: Deus continua a cuidar de você. Agradeça todos os dias pelo dom da vida que você recebeu, e pelo Deus admirável e afetuoso  que, com zelo, orienta os seus passos todo o dia.



Retirado do livro Graça Diária - Editora CPAD - pág. 7

4 de mar de 2012

30 Pensamentos Diários: 6º dia

por Max Lucado
Da próxima vez que os problemas da vida estiverem prontos para oprimi-lo, lembre-se deste aviso de Pedro:

“Jogue todo o peso de sua ansiedade Nele, uma vez que você é Sua preocupação pessoal.” 1 Pedro 5:7

A solução de Deus está à distância de uma oração!

For God...