30 de jun de 2010

O que significam os rabiscos coloridos das crianças?



No livro “Celebrate the Scribble: Appreciating Children's Art”, os autores e especialistas no desenvolvimento infantil, Kathy Hirsh-Pasek e Roberta Michnick Golinkoff, analisam os primeiros rabiscos feitos pelos bebês até aos desenhos coloridos de crianças com 3 anos. Cada idade revela novas fases de crescimento, por isso, saiba como interpretar os desenhos da pequeninos e incentivá-los a continuar.

9-12 meses

Nesta fase, os bebês estão a descobrir os movimentos básicos das suas mãos e dedos, adoram mexer em tudo. Os pais devem transpor este movimento criativo para o papel, deixando os bebês segurar os lápis de cera e ver a sua alegria e admiração quando conseguirem fazer as suas primeiras marcas no papel.

12-15 meses

Por esta altura, as crianças começam a adicionar cor aos seus movimentos no papel e, embora estes rabiscos ainda sejam aleatórios, os pequenos artistas começam a demonstrar controle sobre as suas capacidades motoras, sendo já capazes de executar movimentos para a frente e para trás. Embora não seja fácil um pai elogiar traços ou bolas sem sentido, pode e deve aproveitar para ensinar à pequenada as diferentes cores, descrever as formas desenhadas e comentar os padrões que a criança vão provavelmente começar a repetir.

15-18 meses

Com esta idade as crianças sentem uma enorme vontade de continuar a criar “obras de arte” e já começam a tomar decisões conscientes sobre formas e cores – o que significa que querem ver resultados finais! Os pais devem incentivar esta fase de exploração e dedicação criativa, dando-lhes a oportunidade de colorir desenhar ou pintar em grandes folhas de papel.

18-24 meses

Durante esta fase vai poder observar os seus filhos a iniciar desenhos, só para lhes fazer uma ou muitas alterações pelo meio, o que demonstra algum pensamento prévio sobre o trabalho que estão e o que querem fazer. Também nesta fase o incentivo por parte dos pais é fundamental, devendo estes demonstrar o seu entusiasmo pela escolha de formas e cores.

24-30 meses

A partir desta altura, os desenhos das crianças ganham uma nova dimensão, porque os artistas de palmo e meio já são capazes de descrever os seus rabiscos, ou seja, os desenhos podem ter múltiplos significados. Os pais devem aproveitar esta fase para questionar as crianças sobre o seu trabalho, ajudando-os a desenvolver novo vocabulário e capacidades literárias. Enquanto pai e filho “discutem” desenhos, podem criar histórias completas.

30-36 meses

Por esta altura, será já muito mais fácil os pais reconhecerem os objetos e as figuras desenhadas pelas crianças, no entanto, não devem impor as suas próprias idéias aos pequenos artistas. Ou seja, os pais devem evitar concentrar-se exclusivamente “no que é isto” e se “isso” está de fato bem desenhado, dando antes prioridade ao pensamento e à expressão criativa.

O livro “Celebrate the Scribble: Appreciating Children's Art” pode ser adquirido na Amazon.



Nenhum comentário:

Postar um comentário