4 de out de 2010

Pensamento racional ou raciocínio bíblico?

“Porque os Meus pensamentos não são os vossos pensamentos… diz o Senhor.” Isaías 55:8

    Só porque você sempre acreditou em alguma coisa, isto não a torna verdadeira! Quando Deus lhe diz para tirar o velho e colocar o novo (Col 3:9-10), Ele está falando de expor as velhas formas de pensamento. Por quê? Porque a sinceridade não vai proteger você das consequências de ter julgado mal!

    Não seja apenas alguém que pensa racionalmente, torne-se alguém que usa o raciocínio bíblico. Eis alguns exemplos de pensamento racional: 
(1) “Deus não está fazendo nada a respeito, então eu preciso fazer”. O que está por trás disto? Medo e orgulho!! Paulo disse: “[Ele] faz todas as coisas conforme o conselho da Sua vontade” (Ef 1:11). Deus sabe o que está fazendo; Ele é bom demais para fazer algo mau, e sábio demais para fazer alguma tolice, então confie Nele – e não passe a frente Dele!
 (2) “A dor não passará até que me peçam perdão!” E se isso nunca acontecer? Perdoar é a chave para a cura interior e essa chave está na sua mão, e não na mão deles! (Mc 11:25). Você não pode tomar posse do seu futuro até que deixe o seu passado para trás! Perdoe-os – esqueça e siga em frente! 
(3) “Isto é mal de família, então não posso fazer nada a respeito”. Errado! “As coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo” (2 Cor 5:17). O passado termina com você, e o futuro começa com você. Se Deus foi capaz de dar aos filhos de Israel os 400 anos de ‘salários atrasados’ que Faraó havia roubado deles, então Ele pode restaurar tudo o que o inimigo tomou de você, e da sua família antes de você. Ore assim hoje: “Senhor, alinha os meus pensamentos com os Teus”.

Leia Ez 34-36,Lc 22:1-13, Sl 78:56-64, Pv 20:25

www.palavraparahoje.com.br

Um comentário: