19 de out de 2010

Mudança de escala de valores

Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes; e Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são, para aniquilar as que são;para que nenhuma carne se glorie perante ele (1 Coríntios 1:27-29).

Como o Evangelho é surpreendente! Ele valoriza os fracos, os excluídos, os marginalizados. Inverte os valores habituais: o dinheiro, o poder, a popularidade, coisas que não têm importância no Reino de Deus. A vinda de Jesus Cristo a este mundo demonstra essa alteração da escala de valores de nossa sociedade. Ele, que é Deus, Se humilhou ao Se fazer homem. Nasceu em uma manjedoura e viveu na pobreza. Morreu em uma cruz para ressuscitar como vencedor da morte. Escolheu a companhia de trabalhadores simples, como Pedro, bem como a de homens ricos, mas desprezados, como Mateus, o cobrador de impostos.

Por que o Senhor Jesus parece preferir os que estão à margem da sociedade, e não os que se consideram superiores aos demais? Na verdade, para Deus não há diferença. Todos os seres humanos estão atolados de culpa. Os que se acham justos não estão isentos dela, mas desprezam a voz acusadora da própria consciência. Por outro lado, os que sofrem por causa de seus pecados são mais propensos a pedir o perdão e a ajuda de Deus. Então o Senhor os acolhe como filhos, e essa adoção lhes confere um senso de valor e de identidade jamais sonhado. O Senhor Jesus os liberta tanto da vergonha secreta como das acusações públicas. Não desanimemos por causa de nossos fracassos e erros. Confessemos tudo a Deus. Ele nos permitirá começar de novo e centrar nossas vidas em Jesus Cristo.
Extraído do devocional:

Nenhum comentário:

Postar um comentário