9 de set de 2010

As raposinhas


CANTARES 2.1-17

Apanhai-me as raposas, as raposinhas, que devastam os vinhedos, porque
as nossas vinhas estão em flor. (Ct 2.15.)

Somos jardim do Senhor, Jardim lindo e encantador, Onde as flores se alegram Em cores, perfumes mil, No toque do Jardineiro, Aquele que foi o primeiro A semear-nos aqui. E ele cuida com carinho, Removendo todo espinho Que ferir nos possa então. Os insetos, os bichinhos Que nocivos a nós são Ele expulsa, Não nos deixa à mercê da tentação.

Apanhai-me as raposinhas que devastam os
vinhedos.
As raposinhas são animaizinhos lindos. Seu pêlo é macio e sedoso, e a
cor, suave. Até parecem brinquedinhos para as crianças. Mas elas devastam
as vinhas do Senhor, quando estas ainda estão em flor.
Os pecadinhos que achamos não terem nenhum valor são na maioria das vezes aqueles que nos afastam da Presença de Deus. Pecados sutis ou pequenos problemas, que impedem o nosso crescimento e amadurecimento espiritual.





Nenhum comentário:

Postar um comentário