6 de jan de 2010

Se amar fosse fácil...



Se amar fosse fácil,
não haveria tanta gente amando mal,
nem tanta gente mal amada.

Se amar fosse fácil,
não haveria tanta fome,
nem tantas guerras,
nem gente sem sobrenome.

Se amar fosse fácil,
não haveria crianças nas ruas sem ter ninguém,
nem haveria orfanatos,
porque as famílias adotariam mais filhos,

não haveriam filhos mal concebidos, nem maridos traídos nem esposas mal amadas,nem marinem mixês,nem prostitutas. E nunca ninguém negaria o que jurou num altar,
e jamais haveria divórcio e nem separações...

Se amar fosse tão fácil,
não haveria assaltantes e as mulheres grávidas não tirariam seu feto,
nem haveria assassinos,
nem preços exorbitantes, nem os que ganham demais,
nem os que ganham de menos.

Se amar fosse tão fácil nem soldados haveria,
pois ninguém agrediria,
no máximo ajudariam no combate ao cão feroz.
Mas o amor é sentimento que depende de um "eu quero",(decisão)!
E a vontade é rebelde, muitas vezes, o homem,
um egoísta que maximiza seu "eu" por isso, o amor é difícil...mas não impossível!

Se cada pessoa fizesse sua parte, tudo seria mais fácil!

O maior exemplo de amor demonstrado até hoje, foi a entrega de um filho para a redenção da humanidade. Deus Pai, deu seu filho Jesus para que tenhamos vida e vida em abundância. Jesus Cristo não brincava quando nos mandou amar. Em I corintios 13 temos a descrição sublime do que significa amar de verdade.

Um amor que edifica, que faz crescer, que faz feliz! Sua essência se traduz no dar e aconteça o que acontecer, permanece firme, porque tem bases edificadas naquele que é a Rocha, o Senhor dos Senhores. O amor de Deus não é baseado em apenas emoções, ou em um estado de espirito que lhe convém, porém está marcado em o fazer, em práticas, não apenas em palavras, mas em ações que elevam nossa mente e coração para perto do nosso Senhor e Salvador.Quando amamos como Jesus mandou amar, passamos a gostar até mesmo daqueles que não gostam de nós, daqueles que nos feriram...e quando tivermos a oportunidade de revidar...que possamos fazer totalmente o oposto... fazer-lhes o bem...

Éramos totalmente indignos de perdão, de cura, de libertação, de paz, de amor...pecadores, mas Jesus nos amou mesmo assim, porque o amor não procura qualidades, nem atrativos ou um motivo para amar. Ama-se porque é do amor que procede a vida.Não se ama por ser fácil, ama-se porque é preciso!

A beleza da existência humana está escondida atrás das faces do amor, e quando se tornar notório...o grande propósito da vida será cumprido...God is love!! Precisamos amar! O amor é a marca distintiva do cristão!

Aquele que não ama não conhece a Deus porque Deus é amor..I Jo. 4.8


Nenhum comentário:

Postar um comentário