4 de nov de 2011

Borrões de tinta

Uma reflexão torna-se necessária quando os sonhos parecem que nunca se realizarão. Nessa hora o Senhor chega com socorro, pois estava esperando chegarmos ao fundo do poço para descobrimos que Ele é o socorro bem presente na hora da angústia.

É mais provável é que as más cirrcunstâncias estejam ocorrendo porque Deus está fazendo algo insuperável e surpreendente para você. Se você desistir, o que Deus deixará de realizar através de você, e somente de você? Quando o vaso se quebra, a responsabilidade de reconstruí-lo não é dele próprio, do vaso, mas sim do oleiro que o construiu, ou mesmo que permitiu que se quebrasse.

Algumas telas dos grandes pintores parecem-se com borrões de tinta para alguns, incapazes de reconhecer sua harmonia dentro de uma aparente confusão colorida. Mas essas mesmas obras alcançam milhões de dólares em leilões de arte, onde colecionadores meticulosos sabem muito bem avaliar os traços e compassos do gênio por trás do pincel, bem como do intento de sua mente fantástica. Sua vida parece sem sentido?

O Divino Mestre ainda não concluiu Sua obra. Seu projeto não foi ainda completado. Você faz parte de um Plano maior, onde cada peça se ajusta perfeitamente, e aquelas que ainda não encontraram seu devido lugar estão sendo transformadas, desgastadas, polidas, diminuídas, para se encaixarem na engrenagem principal. Se as coisas parecem ter se estagnado, se pararam de repente, não se desespere. Talvez Deus esteja fazendo alguns ajustes em você para fazê-lo assumir um lugar mais importante, e para isso Ele precisa de um tempo. Deixe Deus trabalhar em você. Logo mais, você irá vê-lo trabalhando com você, para, afinal, trabalhar por você. Enquanto isso, descanse. Poupe o Oleiro de atrasos desnecessários, de mais tempo amassando o barro antes de tê-lo pronto para uma nova forma. O resultado final, você se surpreenderá, compensará todo o trabalho, todo o sofrimento.
Portal Irmãos.com

Um comentário:

  1. nova edição do post

    http://wallysou.com/2010/01/23/serie-fundo-do-bau-uma-reflexao-antes-de-desistir/

    abs,

    ResponderExcluir