17 de nov de 2011

Coração deserto

Meu  jardim outrora tão florido e agradável, hoje, em sequidão se tornou...
Tem sido difícil, meu Deus, confesso... 
Dói caminhar entre os espinhos, machuca lembrar  sobre a vida e ver que hoje só restam lembranças...
Meus pés doem de tanto caminhar...
 Deixe-me em Ti descansar, em Teus braços me aconchegar...
Durante o dia o sol parece me queimar, e à noite o frio quer me congelar...
Não quero aqui ficar, não aguento esse silêncio em minha alma!
Preciso de mais, preciso de Ti, Senhor!
Escute meu pedido de socorro, enxugue as lágrimas de meu coração...
Transforme esses dias cinzas em manhãs alegres e felizes! 
Venha iluminar minha vida com Teu sorriso, meu amado Jesus...
Venha trazer flores ao meu deserto e rios à sequidão de minha alma.
Sabe aqueles sonhos tão lindos que tínhamos, Senhor? Aqueles que o Senhor me fez sonhar??? Penso que estão soterrados...
E hoje não tenho coragem para pedir-te que os ressuscite! Não sei se quero viver aqueles sonhos novamente!Tenho medo! A única coisa que quero neste momento é que
não me deixe perder minha visão de Ti.
Minha essência e tudo o que sou e tenho está em Ti, não deixe que se percam...
 Sei que nada na minha vida foi em vão, Pai... 
E que ainda que meu coração esteja cansado e machucado, talvez até desacreditado, 
ainda verei o que Tu farás, verei Teus sonhos (que se tornaram meus também) serem um dia reais! Já tive pressa, hoje não tenho mais! Toda a minha vida pertence a Ti! A Ti pertenço, meu Deus!
Então, todo esse deserto não passará de um caminho que me levou para Ti, para mais perto do Teu coração...
Verei que toda dor e sofrimento foi para que me tornasse mais parecida conTigo, 
e mais apta para viver o que queres...
Verei que os pés que caminharam entre espinhos, 
estavam apenas sendo moldados para se tornarem formosos ao anunciar a Salvação...
Verei que a fé que restou, ainda que fraca e debilitada, foi o que me sustentou...
Verei que todas as lutas com feras no deserto,
foram para que aprendesse a manejar a Espada que é a Tua Palavra...
E verei que os momentos em que parecias estar longe de mim, 
nem se comparam à Eternidade em que viveremos juntos, Deus...
Onde não mais haverá dor, lágrimas, cansaço ou medo. 
Seremos um para o outro, eternamente.
Nada poderá me separar de Ti, nada me levará para longe do Teu amor, 
nada me atingirá, pois estarei em Teus braços, que é onde sempre quero estar...
Ao pensar assim, a esperança reaparece e a certeza de que não me deixas, Pai... 
Mesmo em meio ao deserto quero estar contigo, quero seguir Teus passos,
olhar em Teus olhos e prosseguir, 
fazendo Teu coração sorrir...

Nenhum comentário:

Postar um comentário