15 de mai de 2010

Sondando a alma da mulher...


Mulheres são diferentes...
Possuem grande sensibilidade.
Para elas, o sucesso não tem a ver com resultados, e sim com o coração, com as coisas da alma. Dizem os poetas que elas têm uma alma de cristal. Possuem a delicadeza de uma pétala de rosa. Nelas, ciência e intuição, coexistem harmoniosamente.

Todos os caminhos da mulher desembocam no coração.
Seus referenciais são outros: amor, afeto, família, relacionamentos e sentimentos. Se as suas emoções não forem saudáveis, se as pessoas amadas não estiverem por perto, se seus sentimentos não forem correspondidos, se não houver espaço para amar e ser amada, sobrará apenas uma lágrima e denunciar que o sucesso ainda não chegou.

A alma feminina é como um poema. Não se esgota nos limites da literatura. Só poderá ser compreendido por quem possui a sensibilidade para ler e ouvir o que está para além das palavras. Poemas possuem uma linguagem própria para falar sobre amor, beleza e vida.
Assim é a alma da mulher: não se esgota nos limites da criatura. Vai um pouco mais além.
É cheia de beleza e sensibilidade. Tem um jeito peculiar para expressar amor, desejo e vida. Nunca está acessível a quem não se dispõe a percorrer os caminhos do coração.

Não tem problema para expressar a sua dor ou alegria quando chora. Ela não se sente mais frágil quando precisa derramar lágrimas; sente-se, isto sim, mais verdadeira, mais fortalecida.

O que mais fragiliza o coração de uma mulher é a dor de não ser compreendida. Porque amam incondicionalmente. E isso não vem de sí mesma, mas é um dom que o Próprio Deus entregou quando a criou.
Ama sem esperar nada em troca!

O Universo do homem é completamente o oposto da mulher,mas Deus assim planejou,para que houvesse a junção perfeita de uma dupla infalível e abençoada! Os atributos contidos nos dois, completam-se mutuamente! Como Deus é Perfeito!



Nenhum comentário:

Postar um comentário